O livre-arbítrio

A Lua é Nova no signo de Touro

Oscar Quiroga, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2011 | 00h00

Ser humanos significa estarmos sujeitos à inviolável regra do jogo que se chama livre-arbítrio. Somos livres, porém, subjugados a esta regra inviolável. O que pareceria à primeira vista um paradoxo é apenas a definição de uma espécie de campo de treinamento para esse instrumento criativo que é a liberdade. Nós, como moradores internos de nós mesmos, nos envolvemos nas experiências intencional ou acidentalmente e interpretamos a realidade de acordo com a opção que livremente adotamos como nosso ponto de vista. Há tendências que respondem ao espírito da época para essas interpretações; tecemos conjecturas em torno de nossa curiosidade intelectual, avaliamos como os acontecimentos poderiam satisfazer nossa cobiça material e também, em raros momentos, contemplamos beleza infinita num instante.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Trate as pessoas com a mesma ternura com que você trataria um animal doente, carente de cuidados. Trate todas com compaixão amorosa sem parecer superior a elas, apenas para que tudo flua da melhor forma possível.

TOURO 21-4 a 20-5

Seu mundo é feito de decisões, algumas são conscientes e intencionais enquanto outras passam despercebidas, mas não perdem seu efeito, são decisões também. Melhor você observar com atenção as decisões que toma.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

É fácil instituir o feroz egoísmo que transforma bons relacionamentos em ilhas onde viceja o desastre, é só começar a dar excessiva importância a detalhes e substituir o fundamental pelo

que não tem valor nenhum.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Repetir-se não seria uma atitude sábia no momento atual, que para ser bem administrado requer inovações e revoluções. Melhor você rever essas atitudes que deram certo outrora, mas

que agora seriam ineficientes.

LEÃO 22-7 a 22-8

Apesar de eventualmente haver motivo de enfado, nada deveria ser mais forte do que a necessidade de promover a alegria que brota espontânea do coração. Nunca se esqueça da verdade: no mundo humano tudo é decisão.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Seja você uma pessoa confiável e aprenderá a ver que inúmeras pessoas ao seu redor são infinitamente mais confiáveis do que você imaginava. Afinal, descobrirá também, a desconfiança está no olho de quem a vê.

LIBRA 23-9 a 22-10

Somente manifeste as verdades mais profundas de seu coração a pessoas que saibam apreciar tal elevação. Elas são poucas, mas buscando-as você se deparará com que, talvez, sejam em número maior do que o esperado.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Faça o seu dever de casa e continue sua vida normalmente, mas esteja com a alma preparada para os tumultos que o mundo anda produzindo e que, inexoravelmente, perturbarão as pessoas que fazem os seus deveres de casa.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Encantar-se com todas as possibilidades que se abriram ultimamente é muito bom, mas não sinaliza a concentração necessária nos assuntos que se encontram em andamento. Melhor você evitar essa distração ingrata.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

As pessoas tornam-se desleixadas e arrogantes porque perderam de vista a alegria do coração que lhes concederia a graça de ver a vida com sua inerente poesia e glória. Por isso, elas merecem piedade e não críticas.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Quando o relacionamento carece de compreensão mútua surgem as agressões espontâneas e sistemáticas, sempre provocadas por situações que não as comportariam. Por que a alma humana sustentaria uma condição dessas?

PEIXES 20-2 a 20-3

Apenas a insegurança é motivo para gastar tempo na tentativa de provar que as suas opiniões estão certas e que todos deveriam segui-las. Continue com a alma empenhada em tornar-se exemplo vivo dessas opiniões e nada mais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.