O jogo sutil e feroz do destino

Mercúrio ingressa em Sagitário; a Lua começa a crescer no mesmo signo.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2010 | 00h00

No íntimo de seu coração todo humano sabe haver uma ordem secreta e pessoal, uma vocação de participar de algo maior e melhor, uma parte que cumpre desenvolver e sem a qual o dano seria irreversível, por isso a necessidade de obedecê-la. Porém, aqui na Terra tudo é obscuro e distorcido, como se uma ameaça pairasse sobre o mundo. Em cada coração humano se desenvolve uma guerra, um jogo sutil, mas às vezes feroz com o destino, que se mascara de acaso. Sem obstinar-se em procurar o verdadeiro sentido da ação correta estamos mais do que perdidos, estamos mortos, transformados em patéticos personagens esquecidos de sua origem divina e, por isso, deixamos de ser mitos para nos envolver em mesquinharias que nos conduzem à tragédia.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Certas discussões tornaram-se inevitáveis, o assunto será apenas escolher a melhor hora para encará-las. Essas discussões não devem ser tratadas como oportunidades de ruptura, mas de colocar tudo em seu devido lugar.

TOURO 21-4 a 20-5

Os tiranos de hoje em dia não vêm brandindo armas de destruição em massa, vêm com a boca cheia de palavras sedutoras que explicam como o que é bom deve ser descartado e de que forma o que é mau precisa ser posto em marcha.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Certos contatos com o mais íntimo espírito, uns que fazem sua alma experimentar sensações sublimes, são acompanhados por reações adversas das pessoas próximas, justo aquelas que supostamente deveriam apoiar você.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Coloque o nervosismo para trabalhar a seu favor. Este não é um momento que contemple soluções simplistas, porque as questões formuladas não são fáceis, por isso o nervosismo. Transformeo em força de trabalho.

LEÃO 22-7 a 22-8

Um desejo leva ao outro e sua alma quer experimentar todos, como se fosse um beija-flor numa extensa planície cheia de flores de todas as cores e sabores. Isso é bom por um tempo, mas certamente dispersa mais do que satisfaz.

VIRGEM 23-8 a 22-9

É inútil buscar a paz desistindo de solucionar os seus problemas ou distanciando-se das pessoas que os representam. Não há opção entre a paz e a batalha, mas entre uma batalha e outra. Assuma a sua posição.

LIBRA 23-9 a 22-10

Ainda que você tenha planos fabulosos e assuntos importantes para tratar, melhor dar bastante atenção aos pequenos detalhes que compõem a delícia da vida cotidiana. Por enquanto, são essas as estrelas da atualidade.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

É imprescindível ganhar dinheiro, porque há contas com data de vencimento e compromissos assumidos também. Porém, ainda que isso seja legítimo, reserve também um pouco de tempo livre, sem nada a ver com dinheiro.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Algumas atitudes firmes terão de ser tomadas e com máxima urgência. Porém, as circunstâncias, que são pessoas, tendem a resistir e criar percalços. Como tratar isso? Com a sabedoria de quem não vê problema no tempo.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Os planos que envolverem outras pessoas precisam ser discutidos com elas, para conferir se tudo é possível ou se não passa de uma ilusão concebida e processada na solidão de seus pensamentos. Abra o jogo.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Envolver-se em muitas atividades não significa que este seja um tempo produtivo. Pelo contrário, é bem provável que no fim do dia você esteja com a alma cansada e, olhando para trás, perceba que não fez nada útil.

PEIXES 20-2 a 20-3

Permita que a instabilidade opere sua magia. Apesar de ser incômoda e provocar especulações inúteis a respeito do futuro, a instabilidade fará com que surjam novidades que você poderá aproveitar para mudar de rumo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.