O importante registro de Vlado

Falando pra Cachorro

LUIZ CARLOS MERTEN , O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2011 | 03h06

15H30 NA RECORD

(Paws). Austrália, 1997. Direção de Karl Zwicky, com Billy Connolly,

Emilie François, Joe Petruzzi,

Rachel Blake.

Garoto que sabe a localização de tesouro é sequestrado. Sua chance é o cão de estimação, que vai buscar ajuda de amiga do dono para tentar resgatá-lo da misteriosa Anja. Nada de novo na velha história da amizade entre crianças e bichos. No gênero, Benji, para não citar os clássicos Rin-Tin-Tin e Lassie, dá de 10. Reprise, colorido,

Mesa Brasileira - O Farnel

Lusitano

19 H NA CULTURA

Brasil, 2002. Direção de Ricardo

Miranda.

Na série que investiga as influências sobre a culinária brasileira, chega a vez da contribuição de Portugal. Reprise, colorido, 56 min.

Agente 86

21H15 NO SBT

(Get Smart). EUA, 2008. Direção de Peter Segal, com Steve Carell, Anne Hathaway, Dwayne Johnson, Alan Arkin.

O atrapalhado agente 86 ganha ajuda da muito mais eficiente Agente 99 para enfrentar organização criminosa, a Kaos, que ameaça destruir o mundo. Steve Carell, com seu estilo lírico - distraído - de humor, liga-se à grande tradição dos clássicos. Anne Hathaway, como sempre, é cativante. O filme, porém, é menos engraçado do que promete. Reprise, colorido, 110 min.

Vlado, 30 Anos Depois

22H15 NA CULTURA

Brasil, 2005. Direção de João Batista de Andrade.

A emissora reprisa o documentário realizado para lembrar os 30 anos da morte de Vladimir Herzog, o Vlado. A morte do jornalista, nos porões do regime militar, foi o estopim para manifestações de protesto da sociedade social e para que setores (mais legalistas?) do regime iniciassem a desmontagem da máquina de tortura e morte. Um registro importante feito por um diretor, João Batista de Andrade, cuja obra se pauta pela dimensão política, na disposição de pensar a sociedade brasileira. Reprise, colorido, 85 min.

Aleluia, Gretchen

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1976. Direção de Sylvio Back, com Carlos Vereza, Lilian Lemmertz, Kate Hansen, Míriam Pires, Selma Egrei, Sérgio Hingst.

A melhor ficção de Sylvio Back, que conta, por meio de uma família, a história dos simpatizantes nazistas no Sul do Brasil. Um filme elaborado e muito benfeito. Não admira que tenha recebido tantos prêmios, na época, Nem que ostente a fama - merecida - de clássico. Reprise, colorido, 118 min.

Fique Rico ou Morra Tentando

23H15 NO SBT

(Get Rich or Die Tryin). EUA, 2005.

Direção de Jim Sheridan, com 50

Cent, Joy Bryant, Omar Benson Miller, Terrence Howard, Bill Duke.

A história, parcialmente inspirada na experiência do próprio protagonista - o rapper 50 Cent -, de garoto da periferia que entra para o tráfico e é salvo por ex-presidiário que lhe abre a porta do protesto, por meio da música. O diretor Sheridan é bom, com filmes fortes - Meu Pé Esquerdo, Em Nome do Pai, etc. - no currículo. Apesar de algumas escorregadelas sentimentais, o cartaz do SBT tem classe. Reprise, colorido, 117 min.

Meu Trabalho É Um Parto

23H25 NA GLOBO

(Labor Pains). EUA, 2009. Direção de Lara Shapiro, com Lindsay Lohan,

Luke Kirby, Chris Parnell, Aaron Yoo, Bridgit Mendler, Tracee Ellis Ross.

Garota prestes a ser despedida do emprego inventa que está grávida. Ela não apenas ganha estabilidade, como é promovi-da. Difícil é manter a farsa. A ideia (o ponto de partida) é melhor que a comédia interpretada por Lindsay Lohan, mas o currículo de bad girl da atriz (não da personagem) ajuda. Reprise, colorido, 99 min.

Os Nerds Saem de Férias

1 H NA BANDEIRANTES

(Revenge of the Nerds II: Nerds in

Paradise). EUA, 1987. Direção de Joe Roth, com Robert Caradine, Curtis Armstrong, Larry B. Scott, Timothy Busfield, Courtney Thorne-Smith,

Andrew Cassese, Donald Gibb, Bradley Whitford, Ed Lauter, Barry Sobel, Tom Hodges, Jack Gilpin.

Também chamada de A Vingança dos Nerds 2, a comédia de Joe Roth mostra a garotada saindo em viagem de férias e com toda disposição para aprontar contra seus inimigos, os Alpha, durante encontro de fraternidades. A série começou bem, ou pelo menos razoável, mas foi piorando. Reprise, colorido, 89 min.

TV Paga

Pistoleiros do Entardecer

14 H NO TCM

(Ride the High Country/Guns in the Afternoon). EUA, 1962. Direção de Sam Peckinpah, com Randolph Scott, Joel McCrea, Mariette Hartley, Edgar Buchanan, R.G. Armstrong, James Drury, Warren Oates, L.Q. Jones.

Dois velhos pistoleiros escoltam carregamento de ouro. Eles até pensam em roubar a fortuna, mas estão condenados a viver e morrer como mocinhos. Um dos westerns mais influentes de todos os tempos, estabeleceu a reputação de Peckinpah como grande desmistificador dos códigos do gênero. O filme é bom demais, mas, pelo horário, passa dublado. É a mais nova praga que assola os cinéfilos. Na TV paga, nos cinemas, em toda parte cresce a tendência de dublar os filmes. Reprise, colorido, 100 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.