'O Grito', quadro de Munch de US$120 mi, será exposto em NY

Famoso quadro de 1895 do pintor norueguês ficará no MoMa por seis meses

Reuters

18 de setembro de 2012 | 17h53

O quadro de Edvard Munch O Grito, que foi vendido pela Sotheby's por 120 milhões de dólares em maio, será exposto no Museu de Arte Moderna de Nova York por seis meses, informou o museu nesta terça-feira, 18.  

Munch criou quatro versões para O Grito entre 1893 e 1910. A imagem de 1895 feita em pastel de um homem segurando sua cabeça e gritando é a única em mãos privadas.

O financista norte-americano Leon Black seria o comprador da obra de arte, a mais cara já vendida em um leilão. As outras versões estão em museus na Noruega.

O Grito poderá ser visto no MoMA de 24 de outubro a 29 de abril de 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
ARTEQUADROGRITO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.