O grande Henry King, na Rede Brasil

O grande Henry King, na Rede Brasil

Confusão em Dose Dupla

Luiz Carlos Merten, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(Cops and Robbersons). EUA, 1994. Direção de Michael Ritchie, com Chevy Chase, Jack Palance, Dianne Wiest.

Jack Palance faz tira violento na trilha de perigoso assassino. Ele convence Chevy Chase, na pele de um dedicado pai de família, a deixá-lo usar sua casa para tocaiar o criminoso. O problema é que Chase é vidrado em enlatados policiais de TV e resolve "ajudar" na operação. O humor de Chase não é para todos os gostos. Muitos críticos e espectadores o consideram "chatinho". O próprio diretor Ritchie surgiu talentoso, com filmes de certa ambição (política, inclusive) como O Candidato, com Robert Redford. Depois, perdeu o rumo em comédias de ação ou esportes. Reprise, colorido, 85 min.

Halloweentown 2: A Vingança de Kalabar

15H45 NA GLOBO

(Halloweentown 2: Kalabar"s Revenge). EUA, 200. Direção de Mary Lambert, com Debbie Reynolds, Kimberly J. Brown, Judith Hoag, Daniel Kountz.

Segundo da série do Canal Disney sobre a cidade das bruxas. Um ano depois da festa do filme anterior, os Cromwell recebem a visita de vizinhos. Um deles pega o livro dos feitiços e a confusão recomeça. Terror para plateias infanto-juvenis, embora a presença de Debbie Reynolds tenha seu atrativo para espectadores mais velhos, que a conheceram no auge, nos anos 1950. Reprise, colorido, 80 min.

Confusões Geniais

22 H NA REDE BRASIL

(Küss" Niemals Einen Flaschengeist). Alemanha, 2003. Direção de Klaus Knoesel, com Michael Von Au, Erika Marozsán, Oliver Nagele.

Dois cientistas são contratados para desenvolver projeto revolucionário para acabar com o mau humor. Eles têm apenas 24 horas para apresentar resultados concretos. Em meio à correria, um deles encontra estranho jarro, no qual vive uma gênia. E o cientista apaixona-se, claro. Variação de Jeannie É Um Gênio. Os críticos reclamam da falta de charme, mas se você acha que vale arriscar... Inédito, colorido, 91 min.

Heróis de Guerra

22H15 NA BANDEIRANTES

(The Last Drop). Inglaterra, 2005. Direção de Colin Teague, com Billy Zane, Laurence Fox, Michael Madsen.

Em setembro de 1944, o alto comando inglês lança ofensiva para tentar acabar com a guerra antes do Natal. Sete homens perdem-se no meio do conflito e lutam pela sobrevivência. Não se anime muito ? as referências falam de ação rotineira, e só. Reprise, colorido, 99 min.

A Canção de Bernadette

2 H NA REDE BRASIL

(The Song of Bernadette). EUA, 1943. Direção de Henry King, com Jennifer Jones, William Eythe, Charles Bickford, Vincent Price, Lee J. Cobb.

O futuro diretor George Seaton escreveu o roteiro sobre garota francesa do século 18 que tem visão da Virgem e é perseguida pela Igreja, que não crê nela. Vencedor de quatro Oscars, incluindo o de atriz, para Jennifer Jones, fotografia e música, para Arthur Miller e Alfred Newman, o cartaz da Rede Brasil tem assinatura de um cineasta tão prestigiado que era conhecido como "diretor dos diretores". King, segundo Jacques Lourcelles ? citado por Jean Tulard em seu Dicionário de Cinema ?, é o pintor dos homens ilustres e de certos destinos obscuros, mas excepcionais. Tulard acrescenta que ele adorava retraçar as vidas densas, transformadas pelo sentimento religioso ou pelo amor. O crítico parece estar falando especificamente de A Canção de Bernadette. Repare na beleza da atriz que faz a Virgem. Linda Darnell era uma grande estrela da época e aqui aparece sem crédito. Reprise, P&B, 158 min.

As Panteras

23 H NA GLOBO

(Charlie"s Angels). EUA, 2000. Direção de McG, com Cameron Diaz, Drew Barrymore, Lucy Liu, Bill Murray.

Primeiro filme da série que levou para a tela as heroínas do seriado de TV dos anos 90. As garotas precisam localizar bilionário sequestrado e para isso dispõem de tecnologia de ponta. Nenhum filme que tenha Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Lui pode ser desinteressante, mas a verdade é que, apesar da ação, do humor e dos efeitos, lá pelas tantas você sente falta de uma boa história. Reprise, colorido, 100 min.

Intercine

2h40 na Globo

A emissora exibe o preferido do público entre Os Suspeitos, de Bryan Singer, com Stephen Baldwin, Gabriel Byrne e Kevin Spacey, no papel que lhe valeu o Oscar de coadjuvante, sobre cinco criminosos conduzidos a delegacia; são os suspeitos de praxe, mas não têm nada a ver com o crime em questão, ou assim parece; e Garota da Vitrine, de Anand Tucker, baseado na história escrita por Steve Martin (ele está no elenco); sobre garota que trabalha numa grande loja e fica dividida entre dois homens; também com Claire Danes e Jason Schwartzman.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido entre Como Enlouquecer Seu Chefe, de Mike Judge, com Ron Livingston e Jennifer Aniston, sobre homem que quanto mais se rebela contra a disciplina do trabalho mais é elogiado pelo superior (EUA, 1999, fone 0800-70-9011); e Soldado Universal ? O Retorno, de Mic Rodgers, com Jean-Claude Van Damme, sobre androides que se unem para combater plano de dominação do mundo; para substituir Dolph Lundgren, Jean-Claude Van Damme incrementa o humor e ganha o apoio de novos heróis e heroínas, (EUA, 1999, fone 0800-70-9012).

O Gigante de Ferro

14H15 NO SBT

(The Iron Giant). EUA, 1999. Direção de Brad Bird.

Nos anos 1950, garoto do Maine desenvolve amizade por robô de origem desconhecida. Quando a existência da máquina é revelada, sry Harris, John Rubinstein, Denholm Elliott, Steven Guttenberg, Bruno Ganz.

Mistura de fantasia de terror e thriller político sobre caçador de nazistas que persegue Josef Mengele. O sinistro médico e cientista está escondido no Brasil, onde cria clones de Adolf Hitler, na esperança de que um de seus "meninos" consiga reconstruir o Terceiro Reich. O diretor Schaffner baseou-se no livro de Ira Levin para fazer este filme que tropeça em regras elementares de verossimilhança. Feita a ressalva, você não vai conseguir desgrudar o olho ? e a luta dos velhos interpretados por Gregory Peck e Laurence Olivier é algo nunca visto no cinema de ação de Hollywood. Reprise, colorido, 122 min.

TV paga

A Flor do Meu Segredo

17H55 NO TELECINE CULT

(La Flor de Mi Secreto). Espanha, 1995. Direção de Pedro Almodóvar, com Marisa Paredes, Juan Echanove, Carmen Elias, Rossy De Parma.

Almodóvar estava numa fase de transição de sua carreira, no hiato que se seguiu ao êxito espetacular de Mulheres à Beira de Um Ataque de Nervos (1988) e seu ressurgimento como artista maduro, com Carne Trêmula (1997), quando fez este filme sobre autora de romances róseos que vive crise na relação afetiva. Escondendo-se por trás de um pseudônimo e buscando refúgio na bebida, Leo vive o que parece uma situação sem saída, mas as surpresas vêm. O tema do duplo é essencial no cinema de Almodóvar e a música-título é cantada por Bola de Nieve, artista cubano de temperamento muito particular, como o próprio filme, aliás. Reprise, colorido, 100 min. / L.C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.