O Golpe Perfeito com a Máfia

Ela É o Cara

LUIZ CARLOS MERTEN , O Estado de S.Paulo

17 de março de 2012 | 03h11

15H15 NA RECORD

(She's the Man). EUA, 2006. Direção de Andy Fickman, com Amanda Bynes, Channing Tatum, Laura Ramsey.

Toteen, e às avessas. Disposta a mostrar que é boa de bola, Amanda Bynes se passa pelo irmão no time de futebol da escola. O problema é que se apaixona pelo bonitão Channing Tatum, que pensa que ela é homem. Reprise, colorido, 105 min.

Caiu do Céu

16H15 NA BANDEIRANTES

(Millions). Inglaterra, EUA, 2004. Direção de Danny Boyle, com Alex Etel, Lewis McGibbon, James Nesbitt.

A velha história do dinheiro que cai do céu. No caso, é uma bolsa contendo o produto de roubo e o problema é que a dupla de garotos que a localiza tem pouco tempo para gastar a fortuna, já que a Inglaterra está mudando sua moeda. Comédia que não deixa de ser uma exceção na carreira do inglês Boyle, vencedor do Oscar por Quem Quer Ser Um Milionário?. Reprise, colorido, 94 min.

Coach Carter - Treino para a Vida

21H15 NO SBT

(Coach Carter). EUA, 2004. Direção de Thomas Carter, com Samuel I. Jackson, Robert Richard, Rob Brown.

O treinador que dá uma lição de vida, muito mais do que de esporte, a seus subordinados. Samuel

L. Jackson carrega o filme nas costas. Reprise, colorido, 136 min.

Fôlego

21H45 NA CULTURA

(Soom). Coréia do Sul, 2007. Direção de Kim Ki-duk, com Chen Chang,

Jung-woo Ha, Ji-a Park.

O coreano Kim Ki-duk é um dos autores mais originais de sua geração, e certamente o que mais tem se aventurado em projetos de gêneros e até estilos diversos entre si. Aqui, ele conta a história de mulher, infeliz no casamento, que assiste pela TV a reportagem sobre condenado à morte que espera a execução. Impulsivamente, ela resolve visitar o cara na cadeira, e se apaixona. Insólito, intenso, sensual. Reprise, colorido, 83 min.

O Golpe Perfeito

22H15 NA BANDEIRANTES

(Confidence). EUA, Canadá, Alemanha, 2003. Direção James Foley, com Edward Burns, Rachel Weisz, Andy Garcia, Dustin Hoffman, Paul Giamatti.

Edward Burns rouba dinheiro de um contador que aparece morto, o que lhe possibilita descobrir que a grana, na verdade, pertence ao mafioso Hoffman. Para ficar quites, Hoffman encomenda ao outro um assassinato. E o policial Garcia está de olho nos dois. Embora irregular, a carreira do diretor Foley tem seus acertos. O plano perfeito do herói, se for bem-sucedido, lhe permitirá driblar as duas ameaças representadas pelo chefão da Máfia e pelo agente do FBI. Reprise, colorido, 92 min.

A Hora Mágica

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1998. Direção de Guilherme de Almeida Prado, com Raul Gazolla,

Júlia Lemmertz, Maitê Proença, Tânia Alves, José Lewgoy, John Herbert.

Dublador de rádio, Raul Gazolla vive num mundo de fantasia folhetinesca que se transforma em realidade quando ele se envolve com duas mulheres, Júlia Lemmertz e a fatal Maitê Proença. Não se iluda com as aparências. Júlia também tem seus segredos. O título, explica o diretor Almeida Prado, é uma metáfora, Refere-se à hora do dia - o entardecer - em que a luz do sol ainda não desapareceu e o negativo (do filme) não consegue captar a nuance para criar os efeitos noturnos. Reprise, colorido, 103 min.

Príncipe

23H15 NA CULTURA

Brasil, 2002. Direção de Ugo Giorgetti, com Eduardo Tornaghi, Bruna

Lombardi, Ricardo Blat, Nydia Lícia, Ewerton de Castro, Otávio Augusto, Elias Andreato.

Giorgetti é um diretor importante e o cartaz de hoje da Cultura exibe suas principais características - ação e diálogos minimalistas, mise-en-scène sóbria. O problema é que as deambulações do príncipe - o exilado que volta para uma São Paulo que não reconhece mais - terminam sendo menos interessantes (e profundas) do que o autor gostaria. Reprise, colorido, 102 min.

A Mais Louca Sexta-Feira em Apuros

23H30 NO SBT

(Friday After Next). EUA, 2002. Direção de Marcus Raboy, com Ice Cube, Mike Epps, John Whiterspoon.

Ice Cube e Mike Epps resolvem se emancipar e dividem apartamento - que é assaltado e o ladrão leva o aparelho de som em que escondiam todo o dinheiro. A confusão está formada. Não espere muita diversão, mas se você gosta da dupla... Reprise, colorido, 85 min.

Os Cavaleiros do Apocalipse

23H55 NA GLOBO

(Horsemen). EUA, 2009. Direção Jonas Akerlund, com Dennis Quaid, Chang Zhang Zihy, Lou Taylor Pucci.

Nada a ver com o romance de Blasco Ibañez que teve duas versões para cinema - uma, silenciosa, com Rodolfo Valentino e a outra, no começo dos anos 1960, um dos dramas clássicos de Vincente Minnelli. Aqui, Dennis Quaid faz policial viúvo que descobre possuir uma conexão com os suspeitos da onda de assassinatos brutais que assola a cidade. O diretor Akerlund carrega no horror, Quaid é bom ator, Zhang Zihy, além de talentosa, é bela. Tudo isso ajuda, mas as referências não são muito animadoras. Inédito, colorido, 90 min.

A Criatura do Pântano

2 H NA BANDEIRANTES

(Frankenfish). EUA, 2004. Direção de Mark A.Z. Dippe, com Tory Kittles,

K.D. Aubert, China Chow.

Mais horror, agora por meio da história de criatura letal que escapa do cativeiro e se instala num pântano da Flórida, onde seleciona suas vítimas humanas. Direção, elenco, nada recomenda. Reprise, colorido, 84 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.