O glamour e as novas tendências

Para que serve um festival de cinema? Durante muito tempo, Gramado apostou no glamour do tapete vermelho. Os astros e estrelas continuam atraindo o público. No domingo à tarde, havia fila para tirar foto com Ivo Cotrim, que faz o travesti no filme Elvis e Madonna, de Marcelo Lafitte, e é conhecido por sua participação no reality show A Fazenda. Na segunda, Cauã Raymond aproveitou um intervalo na gravação da novela Passione e veio mostrar o filme de Jorge Durán. Havia fotógrafos se estapeando e garotinhas à beira da histeria para tocar o galã global. O festival, que tem promovido debates interessantes, como os sobre suportes dos filmes e as próprias mídias, reflete as novas tendências como um espelho.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.