O fim não justifica os meios

Júpiter e Urano em conjunção; Lua Nova de Capricórnio eclipsa o Sol

astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2011 | 00h00

O fim nunca justificará os meios utilizados para conquistá-lo. Na prática, o assunto é oposto ao afirmado, pois os meios ou instrumentos escolhidos para conquistar objetivos determinados revelam a natureza de quem os escolheu tanto quanto o próprio objetivo pretendido. A qualidade do caminho trilhado é infinitamente mais importante do que o fim desse, é a maneira com que você escolhe andar pela trilha da vida o que justifica aonde você chegará, que tipo de pessoas se associarão a você e, também, as diversas vicissitudes que tentarão avisar você de excessos que seriam contrários ao plano maior em que tudo se desenvolve. Sim, há um plano maior! Ainda que nós não saibamos enunciá-lo ou explicá-lo, nada disso o torna menos real.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Manter alguns segredos é uma estratégia necessária, já que as pessoas se deixam tomar facilmente por uma ansiedade que agrega problemas em vez de facilitar o processo. Mantenha segredos, mas não para sempre.

TOURO 21-4 a 20-5

Relances de inspiração tendem a acontecer e seria sábio de sua parte lhes prestar a devida atenção, pois mesmo que sejam impraticáveis imediatamente, em algum momento do futuro se tornarão instrumentos valiosos.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Nunca perca o humor, especialmente perante essas situações em que pareceria impossível fazer uma piada. A risada cristalina será sempre o instrumento mais eficiente para desbaratar os planos sinistros da angústia.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Agir com o coração, ainda que isso não pareça razoável, é a melhor forma de desarmar atitudes que promoveriam desconfiança e trariam problemas e desentendimento. Porém, agir com o coração não é tão simples assim.

LEÃO 22-7 a 22-8

Perder o controle será sempre objeto de temor. Ao mesmo tempo, as pessoas gastam rios de dinheiro em parques de diversão com máquinas que simulam a perda de controle. Vai entender a humanidade! Assim são as coisas por aqui.

VIRGEM 23-8 a 22-9

O conflito não deve servir para você perder a confiança nas pessoas, você deve lembrar que os seres humanos são bichos complicados e sofisticados e que nenhuma faceta em particular deve servir para julgá-los.

LIBRA 23-9 a 22-10

As circunstâncias que parecem descontrolar tudo e fazer seus planos irem por água abaixo poderiam ser aproveitadas para dar uma renovada em tudo. Porém, isso só acontecerá se sua alma decidir livremente tomar essa atitude.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Nunca haverá harmonia deixando para último momento o que poderia ter sido organizado com bastante tempo de antecedência. Ninguém merece viver em constante ansiedade como resultado

de não cumprir suas obrigações.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

A verdade de sua alma

é fazer o necessário para prosperar, mas isso não significa que você obterá sucesso em todas as tentativas. Em muitos casos, as frustrações também se mostrarão bem-sucedidas, mas só após um tempo.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Enquanto as pessoas normalmente colocam em relevo o pior delas e o dos seus semelhantes, faça você diferente, encontrando sempre o meio de elogiar o que elas tenham de positivo. Elogios criam condições para o bem-estar.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Perder o humor é também perder a oportunidade de enxergar as coisas de forma ampla, promovendo liberdade e bem-estar. Quando você perceber que o humor se perde, detenha tudo, respire fundo e recupere a capacidade de rir.

PEIXES 20-2 a 20-3

Nos momentos em que você toma atitudes atrevidas sem nenhuma certeza de os resultados serem favoráveis, sua alma percebe com clareza a vibração intensa da vida e o que significa respirar entre o céu e a Terra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.