O fim do mundo já passou

Sol em quadratura com Plutão e oposição a Saturno; Lua míngua em Aquário

Oscar Quiroga, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2011 | 00h00

Neste sagrado momento da história evolutiva de nossa humanidade, deixaram de funcionar os instrumentos que solucionaram os problemas de outrora, que também serviram para manter estável o complexo mecanismo civilizado. Neste sagrado momento, a necessidade de soluções criativas se impõe, porém, apesar de corporações e governos encherem a boca com a palavra criatividade, na prática são impermeáveis pela sua própria constituição a qualquer novidade. Assim está dado o impasse que assola os relacionamentos civilizados da atualidade, tudo está em suspense e, nesse estado de coisas, aflora o sentimento atávico de o fim do mundo estar próximo. Nada disso! O fim do mundo já passou, o que vivemos é a transição e reinvenção da fisiologia civilizada.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Voltar atrás nas negociações seria arriscado, mas como deixar de prestar atenção à tênue, porém, firme voz do coração? Seria tolice fingir que você continua com a mesma certeza de outrora. Melhor considerar as dúvidas.

TOURO 21-4 a 20-5

O nível de sacrifício que a situação atual exige de sua alma parece demais, porém, se você não pudesse aceitá-lo, o destino nem o ofereceria. Sacrifício não é necessariamente sofrimento, é uma aposta, é uma aventura.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Enquanto certas pessoas dão importância excessiva a detalhes, o panorama maior se perde de vista. Porém, assim são as coisas e melhor será lidar com isso da melhor forma possível, retomando o bom caminho quanto antes.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É imprescindível que você mantenha o foco, apesar das distrações e tentações. Isso não será tão fácil quanto parece, a alma aprecia uma distração, especialmente em nome de celebrar o que ainda nem aconteceu.

LEÃO 22-7 a 22-8

Rever conceitos e opiniões é o melhor que você pode fazer antes de a realidade se encarregar de fazer isso por você. Melhor tomar a dianteira e mudar o ponto de vista nem que seja para exercitar um pouco a mente.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Nos momentos mais arriscados, qualquer dúvida ou vacilo significaria desastre. Porém, como deter a mente nessa hora? Enquanto a mente funcionar, os questionamentos continuarão sendo processados o tempo inteiro.

LIBRA 23-9 a 22-10

Confessar dúvidas e temores cria receio, especialmente quando se depende das pessoas que o fazem. Porém, considere que já houve um tempo em que foi sua alma a que temeu e duvidou, então precisando de compreensão.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Voltar à estaca zero não é algo que você deva desprezar, já que essa será a oportunidade de recomeçar tudo e fazê-lo ainda melhor do que o imaginado. O tempo não se perde, já que não é uma coisa, mas uma experiência mental.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Incerteza não rima com entusiasmo e, no entanto, é isso mesmo que surgiu agora, uma combinação aparentemente impossível. Porém, é disso que a alma sagitariana é feita, de combinações e eventos impossíveis.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

O clima é perturbador, mas ao mesmo tempo fértil demais e servirá para que seus planos progridam da melhor forma possível. Porém, nada será automático, tudo requererá sua presença e atenção constantes.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Voltar atrás pode aparentar incoerência, mas é melhor sofrer por isso do que continuar em frente com decisões que sua alma não considera mais corretas. Que o mundo cobre coerência enquanto você segue o seu coração!

PEIXES 20-2 a 20-3

Encare as demoras como bons sinais e aproveite essas condições para amadurecer seus planos e estratégias. O tempo está ao seu favor, você não deve considerá-lo inimigo nem tentar fazer com que ande mais rápido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.