O dissidente que viveu na contramão

Ao morrer, em 1895, Engels deixou uma fortuna de 2 milhões de libras. No entanto, ao conhecer Marx, em 1842, descrevia-se como Oswald, o montanhês, apesar da casaca de magnata. A biografia de Hunt se concentra nas contradições de um industrial alemão que foi cuidar de seus negócios na Inglaterra, virou amante de duas irmãs da classe operária irlandesa, frequentou bordeis e teria certamente sido preso como dissidente se estivesse vivo na Revolução Russa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.