O DILEMA ENTRE A ESCULTURA E A PINTURA

Segundo o curador Olivio Guedes, Modigliani queria, originalmente, ser escultor. "Mas como era tísico, achava que não tinha corpo para isso." A vontade de esculpir o levou à prática do desenho e, por consequência, à pintura. Em 1909, em Paris, foi incentivado pelo grande escultor Brancusi a não deixar a escultura.

O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2012 | 07h52

"De 1909 a 1913 ou janeiro de 1914, ele só pintou três obras", conta o curador. A mostra apresenta cinco peças escultóricas do artista, em pedra. Suas esculturas também se referem, muitas vezes, a cabeças alongadas, mas é mais certo dizer que uma referência ainda são as cariátides gregas, colunas em forma de estátuas de mulheres. / C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.