O digno e o deplorável

Sol e Mercúrio em conjunção;a Lua é quarto crescente no signo de Capricórnio.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2010 | 00h00

Nossa humanidade se caracteriza por experimentar a convivência do mais digno e do deplorável, que se misturam em proporções diferentes. Às vezes um grupo de pessoas se identifica mais com a dignidade, em outra parte do planeta a baixeza parece predominar através de outras pessoas. Contudo, o decente e o abominável se entremeiam na consciência de todo ser humano, deixando ao nosso livre-arbítrio a escolha desse ou daquele caminho de expressão. No mundo humano nada acontece por acaso, nossa humanidade faz acontecer. É injusto identificar baixeza ou dignidade e atribuí-la a uma raça inteira, este é um atentado contra o esforço que todo ser humano faz na intimidade para reconhecer a diferença entre o execrável e o divino.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Os primeiros passos de qualquer relacionamento são cheios de entusiasmo,

a visão é incorporada nas pessoas envolvidas. Os passos seguintes são árduos, a visão desaparece e fica ao critério das pessoas invocá-la novamente.

TOURO 21-4 a 20-5

O valor das conquis-tas reside na partilha que se faz dos resultados. O que se conquista, mas não se pode compartilhar, que sabor deixará na boca? Um de duvidosa reputação, certamente. Pense nisso sempre.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Menos entusiasmo agora e mais zelo! O entusiasmo cumpriu parte importante no caminho até aqui, mas a partir de agora o zelo será mais necessário, o cuidado atento com todos os detalhes que compõem o grande caminho.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É pior passar uma vida segura e confortável do que passar aperto ao arriscar-se para realizar desejos maiores e melhores. Neste caso, você te-rá pelo menos tentado e, mesmo que nada dê certo, dormirá com a consciência tranquila.

LEÃO 22-7 a 22-8

As pontas soltas deixadas em qualquer relacionamento um dia virão a se transformar em chicotes a fustigar a alma até que ela deci-da amarrá-las direito. Nunca será bom deixar pontas soltas, melhor dar conta delas logo.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Agora começa o tem-po de criar e sustentar harmonia nos relacionamentos. Sua alma se acostumou demais a manter o estado de conflito e esta parte do caminho não será fácil. Porém, ela é estritamente necessária.

LIBRA 23-9 a 22-10

Tudo que precisava

ser empreendido já está em marcha, agora virá o tempo de preservar o que se encontra em andamento. É um ciclo de natureza mais lenta

e segura, o que brinda com

certo alívio à alma libriana.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Nada mais de dilemas ou questionamentos! Pode até ser que essas condições permaneçam vivas em sua alma, mas na prática será necessário começar a tomar atitudes concretas em nome do que você imagina ser o melhor.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Leia os sinais, você

não precisa fazer tudo que pareça matematicamente correto através das formulações árduas da lógica. Há outros caminhos disponíveis para você se esclarecer, mas é preciso dispor-se a aceitá-los.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Você avançou e conquistou, mas desco-briu que isso era apenas o início do caminho. No futuro, sempre será melhor não pensar ter chegado ao fim, porque certamente esse lhe indicará que seria somente o começo.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Agora não valerá tan-

to o que for possível, mas o que for necessário fazer. Possibilidades são sempre inúmeras, mas é preciso escolher algumas em nome da eficiência e de fazer com que as ideias se aproximem do real.

PEIXES 20-2 a 20-3

Os sábios não se lamentam demais pelas derrotas nem se entregam à desenfreada celebração quando conquistam, porque conhecem o tempo e sabem que hoje se está lá em cima, amanhã embaixo e vice-versa de acordo com os ciclos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.