O dia encontra a noite nas passarelas de Nova York

Estilistas misturam tecidos, cores e proporções em desfiles que combinam o casual e o sofisticado

Associated Press,

09 Fevereiro 2008 | 17h46

O dia encontrou a noite nas passarelas da Semana da Moda de Nova York. Nas criações dos estilistas que se apresentaram na sexta-feira, 8, era possível observar brilhos metálicos em ternos de lã, vestidos sem alça por cima de blusas de gola alta ou ainda jaquetas casuais sobre vestidos de seda.   Veja também:    Fotos dos desfiles de Nova York    A grife Marc Jacobs virou a Semana de Moda de cabeça para baixo. A passarela do desfile mais parecia um concerto de música no espaço, com a banda Sonic Youth tocando no palco enquanto os modelos desfilavam. Nas roupas, não havia plumas ou tecidos de lã. Em vez disso, Jacobs brincou com as proporções entre as peças.   Apesar de alguns toques que lembravam o campo, a coleção feminina da grife Ralph Lauren foi predominantemente voltada para a sofisticada mulher da cidade. As roupas estampadas combinavam as cores vermelho, verde e roxo com o preto.   Já a grife Donna Karan brincou com as noções de mistério e sedução. A marca misturou o casual com o sofisticado, transformando os sobretudos e casacos nas peças principais das produções.   A Semana da Moda de Nova York foi realizada entre os dias 1º e 8 de fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
Semana de Moda de Nova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.