O desfecho de O Leitor, magnífico

Junior

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2012 | 03h09

15H30 NA RECORD

(Junior). EUA, 1994. Direção de Ivan Reitman, com Arnold Schwarzenegger, Danny DeVito, Emma Thompson, Frank Langella e Pamela Reed.

As comédias de Ivan Reitman com Arnold Schwarzenegger partem sempre de premissas absurdas. Em Irmãos Gêmeos, o ponto é que Arnold e Danny DeVito são univitelinos. Aqui, o machão se submete a experiência e fica grávido, com todas as confusões e mal-entendidos daí decorrentes. Reitman, no fundo, reciclou a ideia que o francês Jacques Demy já tivera em Um Homem em Estado Interessante, com Marcello Mastroianni, em 1973. Reprise, colorido, 109 min.

Um Hóspede do Barulho

16 H NA BANDEIRANTES

(Harry and the Hendersons). EUA, 1987. Direção de William Dear, com John Lithgow, Melinda Dillon, Margaret Langrick, Kevin Peter Hall, Lainie Kazan, Don Ameche, M. Emmet Walsh.

Na linha de ET, mas mais próximo do Abominável Homem das Neves, o filme mostra família que atropela e leva para casa um monstrengo de origem desconhecida. O gigante peludo vira o bichinho (bichão) estimado da casa. O tom é de comédia, mas com mais açúcar do que humor. Reprise, colorido, 111 min.

Biodiversidade - No Rastro

do Cometa

19 H NA CULTURA

Brasil, 2004. Direção de Washington Novaes.

Há cerca de um milhão de anos, caiu um cometa no interior do Brasil, abrindo uma cratera na qual se formou uma vegetação exuberante, que também passou a atrair as espécies animais. Onde fica esse lugar? Só no fim o documentário da Cultura revela a localização. Reprise, colorido, 53 min.

Quem Disse Que É Fácil?

21H45 NA CULTURA

(¿Quién dice que es fácil?). Argentina, 2007. Direção de Juan Taratuto, com Diego Peretti, Carolina Pelleritti, Laura Pamplona, Daniel Rabinovich.

Homem solteiro, e caxias - que tem a vida superorganizada - se apaixona pela vizinha, uma fotógrafa que é o oposto dele e vive na maior bagunça. Para complicar ainda mais, ela fica grávida e não sabe quem é o pai da criança. Sem grandes credenciais de direção nem elenco, mas se é argentino, vale arriscar. Inédito, colorido, 108 min.

Nunca Fomos Tão Felizes

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1984. Direção de Murilo Salles, com Claudio Marzo, Roberto Bataglin, Suzana Vieira, Antônio Pompeu, José Mayer, Meiry Vieira, Ênio Santos, Fábio Junqueira, Tonico Pereira.

Embora seja um dos grandes filmes brasileiros dos anos 1980, o cartaz da TV Brasil costuma ser visto como um filme bom, mas não muito mais que isso. Conta a história de garoto cujo pai terrorista se isola com ele num apartamento. Lá fora come a repressão do regime militar, o clima é de insegurança e a relação familiar é complicada. Todo o País, toda uma época cabem no apartamento de Murilo Salles. E os suntuosos movimentos de câmera, dentro daquele espaço, são de arrasar. Reprise, colorido, 96 min.

Espelho d'Água - São Francisco, Um Rio Cheio de Histórias

23H45 NA CULTURA

Brasil, 2004. Direção de Marcus

Vinícius Cezar, com Fábio Assunção, Francisco Carvalho, Carla Regina.

O subtítulo era outro quando o filme passou nos cinemas - Uma Viagem pelo Rio São Francisco. E é disso que se trata, Com a ajuda de um canoeiro, mulher da cidade busca o namorado, um fotógrafo que sumiu documentando o rio. Belas imagens, e o rio fica ali passando, passando... Como dramaturgia, é desconchavado. Reprise, colorido, 103 min.

Herói

23H50 NA GLOBO

(Hero Wanted). EUA, 2006. Direção de Brian Smrz, com Cuba Gooding Jr, Ray Liotta, Norman Reedus, Kim Coates.

No passado, o personagem de Cuba Gooding Jr. salvou uma garotinha e ganhou uma cicatriz. Ele teve seus 15 minutos de fama (como herói), mas agora está decaído quando se vê de novo no meio do perigo - um assalto a banco - e sofre ferimentos ao salvar a caixa. Só que, desta vez, Cuba se enfurece, pega em armas e resolve ir à forra. O ator é a prova de que o Oscar pode ser prejudicial. Não merecia o de coadjuvante, que ganhou por Jerry Maguire - A Grande Virada, mas depois disso a carreira desandou de vez. Também - se há alguém que faz escolhas ruins, é ele. Reprise, colorido, 95 min.

Soldier Boyz

1 H NA BANDEIRANTES

(Soldier Boyz). EUA, 1995. Direção de Louis Morneau, com Michael Dudikoff, Cary, Hiroyuki Tagawa, Tyrin Turner.

Michael Dudikoff bate e arrebenta ao dar uma de Rambo, como condenado que integra grupo que tenta resgatar a filha de um ricaço no Vietnã. Existem filmes ruins. Este é um pouco pior. Chega a ser de doer. Reprise, colorido, 89 min.

TV Paga

O Leitor

22 H NO TELECINE CULT

(The Reader). EUA/Alemanha/

Inglaterra, 2008. Direção de Stephen Daldry, com Kate Winslet, Ralph

Fiennes, David Cross, Lena Olin.

Na Berlim dos anos 1950, garoto se envolve com mulher mais velha, que, mais tarde, será julgada como ex-nazista. Kate Winslet ganhou o Oscar de melhor atriz e o diretor Stephen Daldry - de Tão Forte e Tão Perto -, adaptando o romance de Bernhard Schlink, cria o mais belo final que um filme poderia ter. Reprise, colorido, 124 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.