O Cobrador e a música de Tom Zé

Os Três Cangaceiros

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h07

11H45 NA CULTURA

Brasil, 1961; Direção de Victor Lima, com Ankito, Ronald Golias.

O cinema brasileiro contou muitas histórias de cangaceiros, mas esta difere das outras por ser chanchada e reunir três grandes nomes do humor. Ankito, Ronald Golias e Grande Otelo aprontam todas no cangaço. A história se passa na cidadezinha de desterro e só um justiceiro mascarado - o Onça - enfrenta o grupo de Lampião. Mesmo não sendo um grande filme, você estar certo de que vai conseguir rir (um pouco). Reprise, preto e branco, 90 min.

Mestres do Universo

13H30 NA REDE BRASIL

(Masters of the Universe). EUA, 1987. Direção de Gary Goddard, com Dolph Lundgren, Frank Langella.

O Goddard americano não tem nada a ver com o francês - Jean-Luc Godard -, considerado revolucionário da linguagem cinematográfica. O que ele propõe é a versão live action de He-Man. Não espere grande coisa, mas para quem foi jovem quando os desenhos de He-Man faziam sucesso na TV, o programa pode ser evocativo (nostálgico?). Reprise, colorido, 100 min.

Garfield 2

15 H NA GLOBO

(Garfield 2 Garfield: A Tail of Two Kitties). EUA, 2009. Direção de Tim Hill, com Breckin Meyer, Billy Connolly.

Segundo filme da série. O gato balofo é levado pelo dono para a Inglaterra, onde é trocado com o bichano da família real., A versão O Príncipe e o Plebeu de Garfield beneficia-se da tecnologia de ponta e também da química entre Meyers e Jennifer, como seu dono (e a namorada). Reprise, colorido, 80 min.

Velozes e Furiosos 4

22 H NA RECORD

(Fast & Furious). 2009, EUA. Direção Justin Lin, com Vin Diesel, Paul Walker.

No quarto filme da série, Diesel pratica seus golpes na República Dominicana quando traficante arma para ele e o 'herói' parte para a vingança. Walker reaparece para completar a dupla, e o clima. O diretor Lin é bom de ação. Em seguida, ele filme o 5 no Brasil. Reprise, colorido, 107 min.

Transamérica

22 H NA REDE BRASIL

(Transamérica). EUA, 2005. Direção de Duncan Tucker, com Felicity Huffman, Kevin Zegers.

Felicity foi indicada para o Oscar por seu papel como transexual que, antes de fazer a operação para trocar de sexo, viaja com o filho, que queria conhecer o pai - e encontrou uma mãe. Boas observações e interpretações. Reprise, colorido, 103 min.

O Cobrador

22H30 NA TV BRASIL

(Cobrador/In God We Trust). México, 2006. Direção de Paul Leduc, com Peter Fonda, Lázaro Ramos.

O diretor mexicano Leduc fez um dos mais belos filmes latino-americanos, Reed, México Insurgente. Isso lhe dá crédito para essa coprodução americana que compõe um mosaico sobre a violência. São cinco histórias de cobradores, em que o dólar e sua divisa, In God We Trust, acirram os conflitos. Leduc, com base nos personagens do escritor brasileiro Rubem Fonseca, está querendo mostrar que, no mundo do crime, é melhor não confiar em ninguém (nem em Deus). A trilha é de Tom Zé. Inédito, colorido, 92 min.

Par Perfeito

23H10 NA GLOBO

(Killers). EUA, 2010. Direção de Robert Luketic, com Ashton Kutcher, Katherine Heigl, Tom Selleck.

Ashton Kutcher, na fase em que era casado com Demi Moore - pré-Two and a Half Men -, casa-se com Katherine Heigl, mas ela não sabe que ele era assassino de aluguel. O problema instala-se quando o casal vira alvo de uma caçada humana. Dá para se divertir, e Kutcher e Katherine, a dupla KK, tem química. Reprise, colorido, 90 min.

Para Eles, Com Muito Amor

2H25 NA BAND

(For the boys). EUA, 1991. Direção de Mark Rydell, com Bette Midler, James Caan, Shannon Wilcox.

O ex-ator Rydell fez filmes tão bons - Os Cowboys, Licença para Amar Até Meia-Noite, Num Lago Dourado - que havia expectativa por estas história que acompanha décadas da vida de um casal que atravessa guerras divertindo soldados norte-americanos. O problema é que a ligação deteriora e Bette Midler e James Caan, que vivem de fazer piada, precisam encarar a dor da perda do próprio filho. A maquiagem de envelhecimento dos atores não ajuda. Deve ser uma das piores de todos os tempos, em Hollywood. Reprise, colorido, 145 min.

Batalha de Guerreiros

4H35 NA REDE BRASIL

(Mohawk). EUA, 1956. Direção de Kurt Neumann, com Scott Brady, Rita Gam.

A guerra entre índios e a Cavalaria americana recomeça num posto avançado da fronteira, envolvendo oficial, sua noiva e a filha do cacique. Um ótimo western de Neumann, lembrado principalmente pelo horror de A Mosca da Cabeça Branca. Só esses dois filmes já atestam como ele era bom. Reprise, colorido, 80 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.