O centro que não é

Vênus e Júpiter em trígono; a Lua cresce transitando pelo signo de Leão.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2010 | 00h00

O centro do Universo não é o Sol nem o umbigo é o centro do mundo. Essas afirmações são óbvias, mas impressiona que evidentes verdades sejam desconsideradas na prática cotidiana de nossa humanidade. Enquanto ocupamos a maior parte de nosso tempo, senão todo, na busca de satisfação pessoal, fazemos o mundo girar em torno de nosso umbigo e assim perdemos de vista nossa participação em conjuntos de experiência maiores e mais sofisticados. Esta é a decisão que aumenta a probabilidade de vir a ser necessário um chacoalhão daqueles para assumirmos a dimensão de nossas existências pessoais, que só fazem sentido quando inseridas em conjuntos maiores, como família, meio ambiente, assuntos sociais, políticos e, também, espirituais.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Pratique a benevolência sem nenhum pudor, não para chamar a atenção, mas para que a intensidade emocional irradie uma influência contagiante. Isso contra-arrestará a onda maliciosa que a maioria pratica.

TOURO 21-4 a 20-5

Sentir-se bem é um luxo hoje em dia, dado o estado à beira de um ataque de nervos em que anda a maior parte das pessoas. Por isso, chega a ser até insultante aos olhos dessa maioria quando alguém se sente bem.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Tudo que é natural pode e deve ser conquistado por meios naturais. Usar artifícios para isso corrompe o processo e complica toda a história. Leve em conta isso da próxima vez que tiver interesse em alguém.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Ganhar não é tudo, mas parece. Porém, às vezes é melhor perder. Por exemplo: uma pessoa chata, não seria melhor perdê-la do que ganhar sua companhia? Treinar-se para apenas ganhar daria resultados duvidosos.

LEÃO 22-7 a 22-8

A experiência é importante, porque é através dela que você compreenderá a validade ou inutilidade de alguns conceitos que são repetidos apenas porque assim foram aprendidos. Só a prática revela o verdadeiro valor.

VIRGEM 23-8 a 22-9

A discrição é muito importante, mas não ao ponto de ocultar tanto seus planos que ninguém consiga compreendê-los. Nem tanto para lá nem muito para cá, você terá de encontrar uma forma equilibrada de comportar-se.

LIBRA 23-9 a 22-10

É propício escolher a dedo as pessoas que você permitirá transitarem pelo seu mundo particular. Ainda é viva a memória do que aconteceu recentemente, quando pessoas de pouca qualidade participaram de sua vida.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

O momento da colheita é sempre festejado, porque coroa o esforço investido. Porém, celebrar o esforço do plantio e do cuidado das sementes e do solo deveria ser um exercício tão vibrante quanto o da colheita.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Nunca se esqueça de agregar nobreza aos seus atos, porque viver em constante banalidade não faz bem à alma. De vez em quando, tomar atitudes insólitas, de grande desprendimento e nobreza, isso sim faz a diferença.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Use sua mente, que é um instrumento, para pensar imagens de rara beleza, que demonstrem elevação. Pensar nessas imagens com intensidade e fé é meio caminho andado para realizá-las. Confira isso na prática.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Agora é um ótimo momento para fazer acordos, principalmente com aquelas pessoas difíceis que até aqui parecia impossível convencê-las a estar do seu lado nesta jornada difícil. Apresente novamente suas propostas.

PEIXES 20-2 a 20-3

O esforço da imaginação não será em vão, na mente se lapida o desenho do futuro. Porém, desta vez você também vai ter de arregaçar as mangas e fazer o esforço concreto de tornar essa imaginação produto real e palpável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.