O barítono e a tatuagem nazista

O festival de ópera Richard Wagner, de Bayreuth, na Baviera, será aberto na quarta-feira com o barítono Samuel Youn interpretando O Navio Fantasma, em substituição ao russo Evgeni Nikitin, que ficou de fora do programa por ter símbolos nazistas tatuados em seu corpo. O anúncio foi feito ontem, às vésperas da abertura da temporada, que deve contar com a presença de Angela Merkel. O barítono russo renunciou o papel depois que uma reportagem de televisão comentou que entre suas tatuagens está a de uma suástica, feita quando ele integrava uma banda de heavy metal. Ele classificou o erro como "pecado de juventude". /EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.