NY: parada gay homenageia vítimas do 11 de setembro

Nova York começa a celebrar o OrgulhoGay em uma semana de comemorações cujo ponto alto é a paradadeste domingo, na Quinta Avenida, em Manhattan. Mais de 750 milpessoas são esperadas no percurso, da 52nd Street a ChristopherStreet, no Greenwich Village. Este ano, em sua 32.º edição, o evento será marcado por homenagens às vítimas dos atentados terroristas de 11de setembro, mas o clima é de celebração. Vários programasparalelos vão ser realizados por toda a cidade: shows, festas,"casamentos" comunitários, premiações e muito mais. O destaquedeste ano é o número de celebridades que estão na cidade paradar apoio ao movimento. Cher, Cyndi Lauper e Grace Jones, alémda dupla de comediantes inglesas Joanna Lumley e JenniferSaunders, do seriado Absolutely Fabulous, entre outros nomes famosos, prometem uma semana histórica.A parada deste ano homenageia as vítimas dos atentadosterroristas ao World Trade Center, sobretudo os policiais,bombeiros e paramédicos que morreram na destruição dosedifícios. O tema é um tanto quanto dramático: "Against a DarkSky, the Rainbow Shines Brightly" ("contra um céu escuro,brilha o arco-íris"). Ao meio-dia de domingo, o prefeito MikeBloomberg vai abrir a parada, que desta vez tem como patronos oNYPD Chapter of the Gay Officers Action League, a organização depoliciais gays de Nova York (formada em 1982); a FireFlag, grupo de bombeiros e paramédicos gays e lésbicas; e a dra. Karla Jay, professora de Inglês da Pace University e conhecida estudiosa de temas relacionados com a comunidade gay e lésbica. O evento também terá o tradicionalminuto de silêncio para as vítimas da aids, às 14 horas.A parte oficial da programação da semana também inclui umapremiação do Senado do Estado de Nova York, os Civil RightsAwards, dados para contribuições aos direitos civis de gays elésbicas. As estrelas do seriado hit Absolutely Fabulous, da BBC, vão receber o prêmio das mãos da atriz Whoopi Goldberg. Outrashomenagens confirmadas são para a atriz Hilary Swank (ganhadorado Oscar por Meninos Não Choram), aveterana Olympia Dukakis (da série de TV Contos da Cidade),o ator John Stamos (em cartaz na Broadway no musicalCabaret), o ator Peter Paige (da série Os Assumidos), ocantor gay Rufus Wainright e Judy Shepard, a mãe do estudanteMatthew Shepard, assassinado no Wyoming porque era gay.Os eventos oficiais dão um caráter sério às celebrações, mas oque atrai milhares de visitantes gays e lésbicas do mundointeiro a Nova York esta semana é uma série de festas e shows.Novamente, uma das atrações principais fica por conta de EdinaMonsoon (Saunders) e Patsy Stone (Lumley), que vão fazer umaaparição especial em uma festa no bar xl, no Chelsea, naquinta-feira. O evento terá também um concurso de "clones"das personagens. Na mesma noite, no mesmo bar, Lauper vai lançarseu novo EP, Shine, com uma aparição depois do show de Cherno Madison Square Garden.Outro ícone gay vai fazer um show de graça no sábado. GraceJones vai comemorar os 25 anos do lendário clube Paradise Garageem uma festa que faz parte do Central Park Summer Stage. No mesmo dia, será realizada a tradicionalLesbian and Gay Pride Run, uma corrida de 8 quilômetros pelas ruas internas do parque. O evento começa às9 horas.No dia seguinte, na esquina da Quinta Avenida com a Central ParkSouth, poucas horas antes do início da parada, 75 casais de gayse lésbicas vão participar de uma cerimônia simbólica decasamento. Várias celebridades e políticos prometem marcarpresença e dar apoio à união civil de homossexuais.O grand finale da comemoração oficial é a festa Dance on thePier, comandada este ano pelo DJ Junior Vasquez. A comemoração,que começa às 16 horas e termina às 23 horas com fogos deartifício, será no Píer 54, na altura da 13th Street, no ladooeste da ilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.