Nunca houve um épico como centurião

Você nunca viu um épico como Centurião, que estreia hoje. O filme se inicia com um homem ferido que corre num campo de neve. Ele diz, em off, que aquilo não é o começo nem o fim de sua história. Este mesmo homem está de novo ferido no desfecho - e ele volta a insistir que não se trata do começo nem do fim de sua história. Épicos do Império Romano não costumam ter esse formato "instável". Isso é muito mais a vida como ela é - e que o diretor Neil Marshall transfere para (quase) dois mil anos atrás.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2010 | 00h00

O filme também é curto. Cerca de 100 min. Épicos sobre Roma costumam ser mais longos. Neil Marshall se tornou conhecido como diretor de fantasias de terror. Dog Soldiers - Cães de Caça, Abismo do Medo e Juízo Final foram seus filmes anteriores. Centurião representa uma mudança para ele, mas talvez não seja tão diferente assim. O centurião do título integra a 9.ª Legião de Roma, em guerra contra os bretões. No começo, o herói é o único sobrevivente do massacre de sua guarnição. É salvo por um general que se lança, à frente de seus homens, contra o rei da Bretanha. A legião é vítima de uma emboscada e de uma traição. Dos 3 mil soldados, sobram três - em fuga e caçados por uma mulher/loba implacável.

Michael Fassbender é o centurião do título e Olga Kurylenko é a loba, obcecada em se vingar dos romanos que massacraram sua família e lhe cortaram a língua. Olga foi a bondgirl de Quantum of Solace, caso você se tenha esquecido. Está longe de compor o modelito da bela que se oferece aos homens. É de uma crueldade assustadora.

Existem mais duas mulheres importantes na trama. A participação de uma é maior, e ela salva o centurião num momento em que tudo parece perdido. A outra aparece fugazmente no desfecho, quando um senador de Roma tenta eliminar o herói, na tentativa de evitar que o massacre da 9.ª Legião, provocado por sua ambição, venha a público.

Como todos os filmes de Neil Marshall, Centurião é sobre a luta pela sobrevivência. Existem traidores em todas as frentes, para tornar a vida ainda mais difícil. No limite, é a história de um casal de desajustados que termina por unir suas solidões. Até a solução é precária. Realmente, nunca houve um épico como este.

Trailer. Assista a trechos de Centurião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.