Novos dados sobre obras roubadas no nazismo

Segundo dados divulgados pelo governo da Alemanha, cerca de 12 mil objetos (entre eles, 7 mil livros roubados pelos nazistas) voltaram para seus proprietários. Desde 2008, o país vem investigando a história de 90 mil pinturas e desenhos abrigados em 70 museus, como também de meio milhão de edições presentes em 20 bibliotecas. O processo acelerou-se depois do caso Cornelius Gurlitt. / EFE

O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2014 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.