Novo palácio da mostra só em 2012

Quem chega ao Lido encontra um canteiro de obras disfarçado em festival. O caos se deve aos trabalhos de construção do novo Palácio do Cinema, iniciados há alguns anos e que se arrastam em estado de letargia. Por causa da crise, tudo andou mais parado ainda. Mas agora o diretor da Bienal de Cinema, Paolo Baratta, garante que tudo estará pronto para o festival de 2012. "Em 2011, ainda faremos uma mostra em ritmo de canteiro de obras; no fim do ano, no entanto, o novo palácio estará pronto e será inaugurado no ano seguinte", disse, em entrevista.

Luiz Zanin Oricchio, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2010 | 00h00

Há um bastidor político quente, que envolve o ritmo das obras de Veneza. Para entregar a construção a tempo, é necessário dinheiro, muito dinheiro, que teria de ser tirado de alguma parte. "Que se tire da Festa do Cinema de Roma", sugerem, sem rodeios, os venezianos. Eles se referem ao festival inaugurado há poucos anos, na capital, pelo prefeito Walter Veltroni, e que se transformou em concorrente interno da muito mais tradicional Mostra de Veneza. A briga política promete novos lances dramáticos. Ou cinematográficos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.