Novo gibi confirma que Batwoman é lésbica

Rumores sobre orientação sexual da heroína circulam há dois anos.

BBC Brasil, BBC

11 de fevereiro de 2009 | 09h39

Uma nova revista em quadrinhos será lançada em junho nos Estados Unidos pela DC Comics confirmando que a Batwoman - a versão feminina do super-herói Batman - é lésbica, um rumor que circula entre os fãs de quadrinhos há mais de dois anos.Em maio de 2006, quando os autores Greg Rucka e J.H. Williams 3º começaram a trabalhar em uma nova história da Batwoman, um artigo do jornal americano New York Timesrevelou a orientação sexual da heroína.O artigo provocou polêmica e repercutiu entre os fãs de quadrinhos, mas a homossexualidade da heroína nunca havia sido confirmada pelos autores até agora."Sim, ela é lésbica. Ela também é ruiva", disse Greg Rucka em entrevista ao site especializado em quadrinhos, Comic Book Resources.A versão moderna da heroína apareceu pela primeira vez em junho de 2006 na edição 52 da revista Detective Comics. O artigo do jornal descrevia Kate Kane - a Batwoman - como uma "socialite lésbica à noite e uma combatente contra o crime mais tarde da noite"."Vamos deixar tudo claro", disse Rucka ao Comic Book Resources. "A orientação sexual dela não havia sido revelada no número 52. Foi revelada em um artigo do New York Times. E o artigo do New York Timesrecebeu muita atenção e foi copiado em tudo que é lugar e citações do artigo vieram misteriosamente do [editor] Dan Didio, coisas que ele nunca disse, então quando ela apareceu no número 52 o que aconteceu foi que todo mundo disse: 'Ah, é a edição gay'."O autor confirma que Bette Kayne - a Batgirl - também estará presente na nova revista, mas não dá mais detalhes sobre a relação entre a personagem e a Batwoman. O Comissário Gordon, personagem do Batman, também aparecerá no novo gibi.A edição 854 do Detective Comics com a Batwoman será lançada pela DC Comics em junho nos Estados Unidos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.