Novo estúdio do SBT abrigará "Casa dos Artistas"

Mal comemorou o sucesso e toda a polêmica que envolve o "Casa dos Artistas" e Silvio Santos já pensa na segunda edição do programa. Para evitar problemas com alvarás e regionais, o dono do SBT prepara a construção da casa que abrigará a nova versão do reality show. As instalações serão dentro de um complexo de estúdios que SS está projetando em um terreno ao lado da sede da emissora na Anhangüera.O terreno, comprado no ano passado pelo apresentador, deverá abrigar, além da casa, mais dois estúdios do SBT. A construção de um novo estúdio colocará um ponto final na briga entre a emissora e a Prefeitura. A residência que serve de cenário para o programa "Casa dos Artistas", no Morumbi, ocupa área de zoneamento 1, destinada para fins estritamente residenciais. Na semana passada, o SBT havia sido notificado pela Administração Regional de Campo Limpo por uso comercial clandestino da residência como locação do programa. O SBT vai ser multado em 50 UFMs por mês, caso não desocupe o imóvel. A emissora já havia sido multada duas vezes.Além disso, a idéia de construir instalações para abrigar um reality show não é novidade na cabeça de Silvio Santos. No ano passado, enquanto negociava a compra dos direitos do programa "Big Brother", com a holandesa Endemol, o dono do SBT já pensava em usar o novo terreno para construir uma casa repleta de câmeras. O negócio, que quase foi fechado no ano passado, acabou não dando certo. A Globo acabou fechando a parceria com a Endemol e, portanto, adquirindo os direitos do ?Big Brother?.As polêmicas têm contribuído para a repercussão do programa. Além de abocanhar pontos no ibope - inclusive da novela das 8h da Globo, "O Clone", que normalmente obtém média de 44 pontos de audiência-, a emissora de Silvio Santos conseguiu vender em apenas dois dias todo o espaço comercial do "Casa dos Artistas". Foram vendidas inserções de 30 segundos. Cada uma custa em média R$ 90 mil e o preço é de R$ 160 mil no mesmo horário na Rede Globo. Para a segunda edição do reality show, prevista para ir ao ar em março, o SBT planeja vender cotas de patrocínio. Serão quatro cotas, duas locais e duas nacionais, que custarão R$ 4 milhões cada.Enquanto um novo "Casa dos Artistas não chega, os telespectadores continuam a acompanhar o dia a dia dos nove participantes, que devem permanecer na casa durante 45 dias. Esta semana, o clima de paquera entre Supla e Bárbara Paz desencadeou uma rede de complôs, liderada por Alexandre Frota, Núbia Olive e Matheus Carrieri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.