Novo álbum do Guns N' Roses chega às lojas no dia 25

'Chinese Democracy' trará 14 faixas, algumas delas já reveladas na web e nos shows em que Axl faz desde 2001

Agência Estado,

13 de novembro de 2008 | 11h02

Das lendas do rock, a produção de Chinese Democracy - o tão aguardado novo álbum do Guns N' Roses - talvez seja aquela que contenha mais idas e voltas na história. Desde 1995, o líder da banda, Axl Rose, declara estar preparando o sucessor dos eloqüentes Use Your Illusion I e II, último trabalho de inéditas do grupo. Chinese Democracy chega às lojas no próximo dia 25. Lançado pelo selo Geffen Records/Universal, o disco trará 14 faixas - algumas delas já reveladas pela internet e nos shows em que Axl e seus músicos fazem desde 2001.     Veja também: Guns n´ Roses - 'Chinese Democracy Durante sua semi-hibernação musical, Axl veio ao Brasil em 2001 para o festival Rock In Rio, cravou dezenas de datas para que Chinese fosse lançado, participou do disco de Sebastian Bach (Angel Down) no ano passado e contratou e despediu inúmeros músicos, empresários, agentes e produtores.O CD, antes especulado para ser um álbum duplo, chega em versão simples. Traz um encarte repleto de referências orientais, agradecimentos e nomes de músicos que participaram do projeto ... Só de guitarristas são cinco: Robin Finck, Paul Tobias, Buckethead, Ron "Bumblefoot" Thal e Richard Fortus. Vale lembrar que dos músicos originais que fundaram o Guns N' Roses, em 1985, só Axl restou para seguir o rumo da história. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaGuns N' Roses

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.