Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Novelas ainda são passaporte maior da Globo

Apesar do alto investimento na variedade e criação de seriados, a novela está longe de ser superada como formato de maior visibilidade para a Globo no exterior. Na MipCom, maior feira de TV mundial, que começa hoje, em Cannes, na França, quatro folhetins compõem o cartão de visitas da emissora para atrair o mercado internacional: Gabriela, produção em formato menor que o tradicional, A Vida da Gente e a hispânica Marido en Alguiler, versão de Fina Estampa, em coprodução com a Telemundo. O quarto título destacado em Cannes já é o maior sucesso de vendas internacionais da Globo: Avenida Brasil, exportada até aqui para 107 países e dublada em 14 idiomas.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2013 | 02h14

1,4 ponto de audiência foi a média de audiência da TV Cultura no Ibope da Grande São Paulo em setembro, patamar que a emissora não alcançava desde junho de 2008 (1 ponto = 62 mil domicílios).

Bia e Branca Feres, as gêmeas do nado sincronizado que já foram da velha MTV, estarão em uma nova jornada de aventuras no canal VH1, do grupo Viacom, o mesmo da nova MTV. Elas farão 40 Coisas, produção definida como docu-reality.

40 Coisas, o novo programa de Bia e Branca Feres para a TV, é mais um projeto da Viacom com a produtora Cine Group, que prepara para a nova MTV a Copa do Caos, programa guiado pelas aventuras de dois argentinos na Copa do Mundo no Brasil.

Em tempo: Luca Paiva Neto, que já emprestou seus créditos a vários projetos de ficção na TV paga - incluindo O Negócio, no ar hoje pela HBO -, responde agora como sócio da produtora CineGroup e responsável pelo recém-criado núcleo de dramaturgia da produtora.

O Programa Globosat de Desenvolvimento de Roteiristas, iniciado este ano, não só terá seguimento, como ganha uma marca de batismo: vai se chamar Englobar. A próxima edição será em janeiro.

Segundo a Globosat, "Englobar" traduz os conceitos que inspiram a iniciativa da programadora:reunir talentos, abarcar novas ideias e experiências e incluir todos no universo da criação.

O acervo de Jean Manzon, com filmes das décadas de 50, 60, 70 e 80, abastece a série Memória do Brasil, programa em 13 episódios que estreia dia 9 na TV Brasil, às 23h. O pacote inclui Petrobrás, FAB, Amazônia, Constituição, Santos Dumont, Brasília e favelas.

A ESPN fornecerá conteúdo esportivo aos painéis da CPTM a partir de amanhã, em acordo que estará em pleno vigor durante a Copa de 2014. Esse é só um dos pontos da parceria com a Eletromídia, que alcançará 6 milhões de pessoas por meio de painéis espalhados por 18 cidades do Brasil.

O SBT exibe hoje a visita de Ratinho à residência da presidente, entre as paredes do Palácio da Alvorada. Em tom informal, a conversa nos conduz à biblioteca de Dilma e à capela do palácio, espaço que ela diz nunca ter mostrado a câmeras de TV. Às 22h.

A pesar do alto investimento na variedade e criação de seriados, a novela está longe de ser superada como formato de maior visibilidade para a Globo no exterior. Na MipCom, maior feira de TV mundial, que começa hoje, em Cannes, na França, quatro folhetins compõem o cartão de visitas da emissora para atrair o mercado internacional: Gabriela, produção em formato menor que o tradicional, A Vida da Gente e a hispânica Marido en Alguiler, versão de Fina Estampa, em coprodução com a Telemundo. O quarto título destacado em Cannes já é o maior sucesso de vendas internacionais da Globo: Avenida Brasil, exportada até aqui para 107 países e dublada em 14 idiomas.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.