Novela investe na gastronomia

Bar Flor do Douro. É com este nome, escolhido em homenagem ao Rio Douro, que cruza a cidade do Porto, norte de Portugal, que a autora Ana Maria Moretzsohn batizou o boteco que será comandado por Miguel (Lima Duarte) em "Sabor da Paixão", novela que estréia no dia 30, às 18 horas, pela "Globo". E não é pra menos que a inspiração veio do Porto: em 2001, a cidade foi eleita a "capital européia da cultura" graças aos restaurantes, bares, boates e teatros reunidos naquela região. Para a autora, a idéia é ressaltar a todo instante que a novela é uma forma "deliciosa" de amar. "Até mesmo nas chamadas da estréia da novela decidimos fazer uma brincadeira fazendo uma conotação entre termos relacionados à comida e sentimentos", informa Ana Maria. Numa das chamadas, um casal aparece próximo ao fogão e, enquanto fazem comida, falam que o "amor é doce", que não se pode "exagerar no tempero" para o namoro não "desandar". Será no cenário do Flor do Douro que boa parte da comilança da novela estará presente, já que o personagem é um português que adora cozinhar e sempre faz questão de manter acesos os costumes de sua terra, como fechar o botequim aos domingos só para passar o dia ao lado da família. "O Miguel sempre cozinha com muito amor e faz questão de reunir a família para o almoço de domingo, com tudo preparado por ele mesmo", define o intérprete, Lima Duarte, que aproveita para lamentar o fato de só permanecer durante os dez primeiros capítulos. "Eu não gosto muito de novela, mas desta aqui, que só vou ficar dez capítulos, estou adorando. É uma pena que meu personagem morre logo no começo.""A gastronomia será um charme a mais na novela. A comida e o paladar sempre estiveram ligados à paixão, são formas de expressão do amor", explica a diretora, Denise Saraceni, que pela segunda vez assume uma novela de Ana Maria. "O tema sempre permeará a novela como pano de fundo para encontros e negócios, como se fôssemos costurar as cenas pelo sabor. Começamos destacando o personagem do Lima, que é um excelente cozinheiro. Mais adiante a culinária portuguesa vai ser mostrada com mais requinte, mais sofisticada, no estilo dos grandes restaurantes", adianta a diretora. O Flor do Douro é um bar especializado em servir pratos feitos durante o dia e petiscos no cair da noite. Instalado no bairro boêmio da Lapa, no Rio, no passado o local foi um elegante restaurante, que se modificou aos poucos e perdeu o requinte de acordo com a economia do País. Enquanto o bar de Miguel ilustrará o lado mais pobre da Lapa, os freqüentadores de outros estabelecimentos do bairro representarão a parte rica da novela. É o caso de Alexandre (Luigi Barichelli), que conhecerá Diana (Letícia Spiller), filha de Miguel, numa de suas idas ao bares instalados no bairro. Aliás, o príncipe encantado de Diana também estará ligado às iguarias tradicionalmente portuguesas. Em Portugal, a mãe de Alexandre, Zenilda (Arlete Salles), é proprietária da Quinta da Paixão, um vinhedo imenso que fabrica três tipos de vinhos, comercializados no Brasil pela enoteca de Alexandre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.