Novela do SBT acolhe ex-globais

Ex-Big Brothers, ex-internos da Casa dos Artistas e semi-famosos em geral que se cuidem: vai faltar emprego no SBT. Rostos mais conhecidos entraram na briga pelas vagas dos dramalhões da emissora. Victor Fasano, Cláudia Ohana, Débora Duarte, Bianca Castanho, Thierry Figueira e Helena Fernandes são alguns dos talentos "made in Globo" que migraram para os estúdios de Silvio Santos. A partir de segunda cada um deles empresta sua imagem a Canavial de Paixões, novela que o SBT importou da mexicana Televisa. Por quê? "Porque a Globo não me escalou, não me chamou para nenhuma novela depois de Terra Nostra, de 1999", dispara a atriz Débora Duarte, bastante irritada com a pergunta. "Também posso mentir, posso dizer que estava viajando pela Europa..."Já a atriz Bianca Castanho - que além de Terra Nostra gravou Malhação e O Beijo do Vampiro - está feliz com o novo patrão. "Vou fazer a minha primeira protagonista. Estou muito empolgada e trabalhando bem mais. Gravamos, em média, dois capítulos por dia", conta. Bianca é Clara, a mocinha da história. E deve passar boa parte da trama de lencinho nas mãos, enxugando as lágrimas. "Ela sofre muito, pois vai enfrentar a oposição de duas famílias poderosas para ficar com o amor da sua vida", conta. A história parece familiar? Que tal tomadas de belos canaviais ao som de música sertaneja? Alguém aí se lembrou de O Rei do Gado, novela exibida pela Globo em 1996?Parte das cenas são gravadas em Iracemápolis, no interior. Mas o sotaque da região foi vetado pela direção da novela. "Optamos por não usar sotaque, já que temos atores de muitas partes do País: cariocas, paulistas, gaúchos...", explica o diretor Jacques Lagoa. Bom para Thierry Figueira, dono de um "carioquês" quase indisfarçável. O ator Oscar Magrini é outro que aposentou o sotaque carioca que usava nas tramas globais. Mas ele já se acostumou com a novidade: Canavial é sua terceira trama no SBT. Se ele sente saudades do Projac? "Estou bem aqui. A única diferença entre as duas emissoras é que uma fica no Rio e outra em São Paulo", garante. "Agora, há mercado para todo mundo. Enfim, temos opções."Não que Silvio Santos tenha resolvido esvaziar os bolsos e o baú para cativar um casting de prestígio. O que explica a repentina migração de globais para o SBT é a nova política de contratação da Globo: a regra, agora, é pagar por obra certa. Só as principais estrelas da casa conseguiram segurar um contrato anual. As demais tiveram de procurar vagas em outras constelações. Mas não perderam a pose: Cláudia Ohana aceitou participar de Canavial, mas fica apenas por seis capítulos. O galã Victor Fasano também atua, mas morre bem antes da metade da trama. Ambos já gravaram suas participações na novela, que estréia com 35 capítulos rodados e vai ao ar às 20h30, sempre de segunda a sexta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.