Novas mídias impulsionam VideoBrasil 2001

O Sesc Pompéia sedia dos dias 19 a 23 de setembro a 13ª edição do VideoBrasil, considerado uma vitrine da arte eletrônica internacional. Com entrada gratuita, o festival contará este ano com performances, palestras, exposições e videoinstalações, além da mostra competitiva, dividida nas categorias vídeo e novos mídias. Segundo a coordenadora e curadora do evento, Solange Farkas, foram inscritos 619 trabalhos, o que representa um salto de 61% em comparação ao número da última edição do festival, há dois anos."É uma loucura a quantidade de obras inscritas e isso é o resultado muito claro da entrada das novas mídias, como a Internet, na arte", diz Solange. Apesar da extensa lista de trabalhos, apenas 135 foram selecionados para competir na mostra. "Tivemos que dar uma peneirada radical."Solange salienta que a origem da autoria dos vídeos da competição foi um dos critérios usados na seleção. "Quisemos privilegiar diretores inseridos no Hemisfério Sul, nos países em desenvolvimento", sustenta. "Mas fora da mostra competitiva, há produções audiovisuais de pelo menos 15 países, que vão desde a China e Alemanha até o Oriente Médio."Este ano, o VideoBrasil terá por tema "Fluxos, Fusões e Assimilações". Para eleger os melhores trabalhos, o festival contará com um júri composto por cinco pessoas: a crítica de arte e curadora brasileira Angélica de Moraes, a espanhola Claudia Gianetti, que dirige o Media Centre d?Art, o diretor peruano do grupo Alta Tecnologia Andina, José Carlos Mariategui, o canadense Hank Bull, curador e diretor do centro Westren Front, e o mexicano Priamo Lozada, curador e diretor do Centro de la Imagen, no México.O festival vai premiar três diretores. Os vencedores receberão R$ 60 mil cada, além de um troféu criado pela artista Carmela Gross. O grande destaque do VideoBrasil será o norte-americano Gary Hill, que fará uma performance inédita e será prestigiado com a exibição de todas as fases de sua carreira. A curadora do festival espera que o crescimento nas obras inscritas também se espelhe no público visitante. "Há dois anos, foram 25 mil pessoas. Agora, espero um crescimento de até 50%", calcula. "A grande virtude do festival é abrir espaço para as novas experiências. Nós queremos que o Brasil acompanhe o boom da arte eletrônica mundial." A abertura do VideoBrasil acontece no dia 19, às 18 horas. Dos dias 20 a 23, as atividades do festival vão das 10 horas até às 22 horas, no Sesc Pompéia.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2001 | 17h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.