Nova medição de audiência pode estrear esta semana

Se Silvio Santos não mudar de idéia de novo - o que não é raro - , o Datanexus, instituto preparado para medir audiência de TV, como o Ibope, pode enfim sair do papel esta semana. Ou melhor, chegar ao papel: o lançamento da empresa no mercado depende da assinatura de Silvio Santos, que investiu R$ 4 milhões na implantação do novo sistema e só agora, ainda verbalmente, teria concordado em abrir mão da propriedade do nome e de qualquer outro vínculo seu com o Datanexus. Foi a intransigência de Silvio nesses itens que impediu um primeiro acordo entre o SBT e o cientista político Carlos Novaes, responsável por toda a pesquisa que levou à distribuição dos aparelhos da mostra na Grande São Paulo. Foi também por essa intransigência que Silvio perdeu seu principal homem de engenharia, Alfonso Aurin, supervisor do SBT e criador do adviser (ou alfonsímetro), o tal aparelhinho capaz de coletar os dados de audiência nos 250 domicílios da mostra composta pelo Datanexus. Agora fora do SBT, Aurin está confiante num acordo entre Novaes e Silvio, mas não pretende voltar para o SBT. Como criador do principal instrumento do novo instituto, Aurin é detentor dos direitos de uso da tecnologia de medição de audiência do Datanexus e dará apoio tecnológico ao concorrente do Ibope.

Agencia Estado,

01 de julho de 2003 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.