Nos extras, magia e dramas da época

Nos extras, temos uma visão em ângulo mais aberto do que foi aquele desfecho de festival. Em especial pela apresentação de outras cinco músicas que ficaram de fora da montagem: A Estrada e o Violeiro, de Sidney Miller, Bom Dia, de Nana Caymmi e Gilberto Gil, Gabriela, de Chico Maranhão, O Cantador, de Dori Caymmi e Nelson Motta, e Samba de Maria, de Francis Hime e Vinicius de Morais.

Luiz Zanin Oricchio, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2011 | 00h00

Pelos depoimentos, lembramos de como os intérpretes às vezes eram tão ou mais importantes do que as músicas. A Estrada e o Violeiro era longa demais, mas Nara Leão a defendeu com sua classe inigualável. Mesma coisa para Bom Dia, quando Nana Caymmi enfrentou com serenidade um início de vaia e virou a plateia para seu lado.

Outro capítulo interessante é o das torcidas. Alguns dos torcedores mais atuantes da época são levados ao Teatro Paramount e entrevistados. A mais famosa era Telé Cardim, que chegou a entrar disfarçada de grávida, de óculos escuros e com a peruca de Nara Leão para driblar a proibição dos seguranças. É dela o melhor depoimento: "Aqui dentro era um território livre, a gente podia desabafar e até gritar "abaixo a ditadura". E a vaia era um desabafo; claro que tínhamos as nossas favoritas, mas não havia música ruim no festival."

Há outros que brilham por sua ausência. A mais notória, a do compositor e cantor Geraldo Vandré, que participou com Ventania, feita com Hilton Acioly. Não existem imagens de Vandré, nem de época nem de entrevistas recentes, mas as referências a ele são intrigantes. Uma menção a Vandré é de Ferreira Gullar, que foi jurado da final em 67. "Fomos nós, do Partido Comunista, que demos fuga a ele." Há outras versões da fuga de Vandré, que até teria sido ajudado pela família de Guimarães Rosa.

Enfim, sobre aqueles tempos turvos há mais versões do que fatos. A história ainda está por ser escrita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.