Norueguês é pego com 24 répteis colados ao corpo

Um homem foi detido por agentes alfandegários noruegueses levando uma tarântula na sacola e mais 14 serpentes e 10 lagartixas coladas no corpo, disse a mídia nesta segunda-feira.

REUTERS

26 de outubro de 2009 | 16h26

O norueguês de 22 anos foi parado em uma checagem de rotina pela alfândega de Kristiansand, depois de chegar por balsa da Dinamarca, relatou o jornal Faedrelandsvennen.

Os agentes encontraram a tarântula e, então, decidiram revistar o rapaz, descobrindo 14 meias -- uma para cada cobra -- coladas em seu torso, disse o tabloide VG.

O contrabando de répteis é comum na Noruega, que proíbe as pessoas de ter muitos répteis como bichos de estimação, mas uma autoridade alfandegária, Helge Breilid, disse que os colegas ficaram "horrorizados" com a descoberta de domingo.

"Os agentes alfandegários logo perceberam que o homem estava contrabandeando animais porque seu corpo todo estava em constante movimento", contou Breilid ao VG.

Quando o homem baixou as calças, os agentes acharam 10 latas grudadas nas pernas, cada uma com um lagarto.

O homem continuava detido pela polícia nesta segunda-feira, e seria libertado se concordasse em pagar uma fiança de 2.256 dólares.

Os répteis foram entregues para uma empresa de segurança até que as autoridades norueguesas decidam o que fazer com eles, disse Breilid.

(Reportagem de Richard Solem)

Tudo o que sabemos sobre:
ODDNORUEGAARANHAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.