Tasso Marcelo/ Estadão
Tasso Marcelo/ Estadão

Norma Bengell não quis tratar o câncer no pulmão

Suas cinzas serão jogadas na pedra do Arpoador

Roberta Pennafort/ Rio, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2013 | 08h19

A atriz Norma Bengell não quis tratar o câncer no pulmão que descobriu seis meses atrás, segundo contou seu primo Egberto Castro. Ele disse que ela teve qualidade de vida em casa nesses últimos meses, e só foi internada no último sábado, na Clínica Bambina, quando o quadro se agravou. "Eu não sei dizer o por quê da decisão. Ela estava triste. Não quis se submeter a qualquer tratamento e foi respeitada. Foi muito digna. Quis ficar em seu apartamento, em Copacabana, entre suas fotos. Nunca quis morar no Retiro dos Artistas, por exemplo. Para sair era uma dificuldade, por conta da cadeira de rodas, mas costumava comer o seu sushi aos domingos, com a cuidadora", disse o primo.

O velório será às 18 horas no cemitério São João Batista, e a cremação, amanhã, no Caju. As cinzas serão jogadas na pedra do Arpoador, local escolhido por Norma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.