Noite de gala para os quadrinhos nacionais

Principal premiação do mundo dos quadrinhos no Brasil, o Troféu HQ Mix chega hoje reformulado à sua 16.ª edição, com número menor de categorias e de votantes, em busca de mais credibilidade e profissionalismo. A entrega acontece no Sesc Pompéia, com homenagem a Ziraldo e shows de música.As categorias do prêmio diminuíram de 65 para 42. "Algumas categorias não tinham lançamentos suficientes e foram integradas a outras", explica Orlando Pedroso, presidente da comissão organizadora deste ano. Agora o foco é o autor, que até pode receber prêmios para o melhor blog ou fotolog e melhor site pessoal. Mais uma vez Angeli, ganhador de todas as edições como melhor chargista do Brasil desde 96, vai levar um troféu, assim como Laerte, que já venceu quatro vezes como melhor roteirista., o de melhor cartunista.O troféu foi criado em 1988 pela dupla Jal e Gualberto Costa no programa TV Mix, apresentado então por Serginho Groisman, que apresentará hoje a entrega dos prêmios. Com sua importância reconhecida também fora do Brasil, o prêmio começa a ficar mais profissional. Para Orlando, o problema dos salões de quadrinhos e um pouco do próprio HQ Mix era o amadorismo. "Os salões só tinham concurso, abertura e encerramento. Agora as coisas estão mudando, já têm palestras, oficinas, uma troca entre os artistas." A programação do HQ Mix terá shows (a banda Comidas dos Astros e a dupla de repentistas Caju e Castanha) e uma homenagem aos 50 anos de carreira de Ziraldo e aos 30 de lançamento da revista Balão, berço de Angeli, Laerte e os irmãos Caruso, e outros. Outra homenagem é o próprio troféu, esculpido com o personagem Garra Cinzenta. Criado em 37 por Renato Silva e Francisco Armond, antes do surgimento de Batman, o Garra era um anti-herói, bandido e ladrão. Troféu HQ Mix - Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, Lapa. Tel.: 3871-7700. Hoje, às 20 horas. Grátis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.