Nobel de Literatura será anunciado quinta-feira

A Academia Sueca comunicou hoje que o anúncio do Prêmio Nobel de Literatura de 2005 será feito na próxima quinta-feira, enquanto membros da prestigiada instituição trocavam farpas sobre a vencedora do ano passado, Elfriede Jelinek.O acadêmico Knut Ahnlund lançou um raro e crítico ataque a Elfriede hoje, dizendo que dar o prêmio à escritora austríaca causou um dano irreparável à reputação do prêmio.Ahnlund disse que a obra de Elfriede é uma "massa de texto (...) sem o menor sinal de estrutura artística" e questionou se os acadêmicos haviam lido sequer uma parte. Em sua decisão do ano passado, a Academia mencionou "o fluxo de vozes e contra-vozes musicais" na obra da austríaca. A obra se destaca por sacudir os leitores com sua descrição franca da sexualidade, a hesitaçãp e o conflito entre homens e mulheres."Depois disso, não posso permanecer na Academia sueca, nem mesmo formalmente. A partir de agora, me considero de fora", disse Ahnlund ao jornal sueco Svenska Dagbladet. Ele não participa ativamente do trabalho da Academia desde 1996. O secretário permanente da Academia, Horace Engdahl, desconsiderou que a renúncia de Ahnlund afetaria o prêmio deste ano, destacando que ele não participa da Academia desde 1996. "Desde então a cadeira dele está vaga", escreveu Engdahl em um e-mail à Associated Press. A Academia tem 18 membros vitalícios, entre escritores, eruditos e historiadores. Engdahl também disse que a Academia não explica suas decisões além do que está na entrega do prêmio e não responde a críticas de pessoas que não aprovam suas escolhas para o Nobel.A controvérsia sobre a escolha de Elfriede veio à tona após a Academia anunciar que o vencedor do prêmio deste ano será conhecido na quinta-feira, às 13 horas (8 horas em Brasília), acabando com uma semana de espera.A Academia, que entrega o prêmio de literatura desde 1901, surpreendeu ao não anunciar o prêmio na semana passada. Todos os vencedores das outras categorias já foram revelados.Entre os favoritos a vencer o prêmio de 10 milhões de coroas (US$ 1,3 milhão) estão os americanos Philip Roth e Joyce Carol Oates, Margaret Atwood, do Canadá, e Nuruddin Farah, da Somália. Outros escritores que estão na lista de possíveis vencedores são o poeta sírio Ali Ahmad Said; o poeta coreano Ko Un; e o poeta sueco Tomas Transtromer.A Academia Sueca concede o prêmio de literatura enquanto a Academia Sueca Real de Ciências elege os vencedores de química, física e economia. O Instituto Karolinska Institute, de Estocolmo, entrega o prêmio de medicina e um comitê escolhido pelo Parlamento norueguês entrega o prêmio da Paz.Os prêmios são entregues em 10 de dezembro, aniversário de morte do fundador do prêmio, Alfred Nobel, morto em 1896.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.