Nobel de Literatura sai quinta-feira

O vencedor do Prêmio Nobel de Literatura será anunciado nesta quinta-feira em Estocolmo, informou hoje a Academia Sueca, que organiza o prêmio. Como as outras categorias do Nobel, o vencedor da área de literatura vai receber cerca de US$ 920 mil. A expectativa é grande em torno dos favoritos, alguns deles, eternos candidatos ao prêmio. Mas os jurados têm por hábito surpreender os círculos literários. O vencedor do prêmio em 1901, o francês Sully Prudhomme, é lembrado apenas por ter sido o primeiro. Outros ícones literários foram injustiçados ao longo do século, como León Tolstoi, James Joyce, Virginia Woolf e Jorge Luis Borges, que nunca venceram o prêmio. O chinês radicado em Paris, Gao Xingjian, foi o último vencedor do prêmio, mais uma escolha que dividiu os críticos. Este ano, vem dos Estados Unidos o maior número de autores no páreo, como Norman Mailer, Joyce Carol Oates, Philip Roth e Thomas Pynchon. Acredita-se que os atentados de 11 de setembro possam pressionar o júri a escolher algum autor norte-americano. Representando a América Latina, o mexicano Carlos Fuentes e o peruano Mario Vargas Llosa são os nomes mais fortes no páreo. Outras apostas, mais discretas, são o sul-africano J.M. Coetzee, o sueco Thomas Transtromer e o nigeriano Ben Okri. Um dia depois do anúncio do vencedor, a Academia revela o ganhador do Nobel da Paz. O Brasil, neste ano, não tem concorrentes ao título. Jorge Amado e João Cabral de Melo Neto foram indicados algumas vezes mas o único escritor de língua portuguesa a vencer um Nobel foi José Saramago, em 1998.

Agencia Estado,

09 de outubro de 2001 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.