No Sesc Pompéia, Pernambuco muito além do frevo

Pernambuco é muito mais que forró, o Carnaval de Olinda ou que as bandas do mangue beat. Para provar isso, começa nesta sexta-feira a exposição "Pernambuco para Se Ver", que traz um pouco da arte da terra de Chico Science.A mostra vai ser dividida em três eixos principais, que representam as regiões do Estado nordestino. No espaço dedicado à Zona da Mata pernambucana serão apresentadas fotografias de antigos engenhos de cana de açúcar e imagens de grupos de maracatu. Estarão também expostas garrafas de antigas cachaças da região. Entre os destaques deste setor estão réplicas de quadros do pintor holandês Albert Eckhout.As famosas estatuetas de Mestre Vitalino estarão em exposição no espaço dedicado ao Agreste. O público também vai poder ver de perto uma rabeca de Mestre Salustiano e o trabalho das rendeiras.O eixo dedicado ao sertão trará imagens do cangaceiro Lampião e artesanato indígena. Pernambuco Para Se Ver. Área Expositiva do Teatro do Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, Pompéia. Tel. 3871-7700. De terça à sábado, das 10h às 20; domingos, das 10h às 17h. A exposição estará aberta ao público a partir de amanhã. Até 22 de outubro. Grátis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.