Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

No primeiro dia de desfiles em Paris, imagens e moda de sonhos

Dior vem inspirada em dança, Jacquemus faz balneário sexy e Gucci promove ‘extravaganza’ fashion no Le Palace

Redação, O Estado de S.Paulo

24 Setembro 2018 | 20h51

Encerrada a semana de moda italiana, a temporada do verão 2019 entra na reta final em Paris, onde mais de 80 marcas apresentam suas coleções até a próxima terça, 2 de outubro. No primeiro dia, confirma-se a vocação da capital francesa por criar imagens de sonhos. 

A começar pela Dior, comandada pela estilista italiana Maria Grazia Chiuri. Com referências ao universo da dança, suas relações com corpo e mulheres como Pina Bausch, Isadora Duncan e Martha Graham, o desfile da marca contou com uma apresentação coreografada pela israelense Sharon Eyal sobre uma passarela coberta de pétalas de rosas. “Temos que fazer algo que seja uma experiência”, declarou Chiuri. Entre os destaques da coleção, as peças que permitem liberdade de movimento, como os vestidos inspirados em tutus ultraleves, com drapeados, camadas de babados e bordados de plumas emulando flores trabalhados numa cartela de cores clarinhas, sóbrias.

Na sequência, Simon Porte Jacquemus apresentou no jardim da embaixada italiana sua coleção La Riviera. Nascido em Marselha, no sul da França, o estilista é conhecido pelo astral solar, bem-humorado e sexy de suas criações. Nessa estação, essa combinação se materializa em vestidos amplos e decotados que tinham bustiês triangulares como ponto de partida, em chemises sensuais, bodies coloridos e bolsas em versões exageradamente grandes ou ridiculamente pequenas.

No fim do dia, a Gucci trouxe uma dose de excentricidade à temporada com um desfile no mitológico clube Le Palace, palco de uma efervescente mistura de moda, música e cultura underground nos anos 1980. Com direito a apresentação de Jane Birkin (cantando Baby Alone in Babylone, mostrou um guarda-roupa digno da exuberância da época, em que não faltam brilhos, franjas, cores vibrantes e babados – juntos e misturados. Uma bem-vinda dose de fantasia. A cara de Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.