No palco, o dia-a-dia da Febem

- Interpretado por 23 jovens atores/moradores da favela de Heliópolis, o espetáculo Queda para o Alto terá apenas duas apresentações neste fim de semana no Sesc Ipiranga. Nesta sexta, somente para convidados, e sábado para o público interessado, com entrada franca.Dirigido por Miguel Rocha e adaptado pelo jornalista Carlinhos Lira, a peça é baseada no livro Queda para o Alto, de Sandra Mara Herzer. Ex-interna da Fundação para o Bem Estar do Menor (Febem), a autora descreve o dia-a-dia na instituição, um cotidiano marcado pelo medo e pela violência.A criação do livro foi estimulada pelo senador Eduardo Suplicy, que ao tomar conhecimento do projeto da autora, incentivou-a na empreitada. Mas Sandra não viu o seu livro editado. Ela se suicidou em 1982, aos 20 anos, pulando de um viaduto. O senador promete fazer uma participação especial nas apresentações deste fim de semana.A peça tem início com um sonho da protagonista com o seu namorado, já morto. Quando acorda, ela percebe estar na Febem e aí começa o seu calvário, representado pelos atores em cenas nas quais os personagens são outros internos e também o diretor da instituição. Em sua concepção, Rocha mescla cenas dramáticas com a linguagem da dança.A Companhia de Teatro Amador Heliópolis foi fundada em 20 de janeiro de 2000, integrando um trabalho social desenvolvido pela União de Núcleos, Associações e Sociedades de Moradores de Heliópolis e São João Clímaco, Unas. O teatro - a linguagem dramática - foi uma das formas de arte escolhidas pelos jovens para, por meio dela, refletirem sobre a realidade que os cerca.Temas como sexualidade, drogas, criminalidade, mas também afeto, solidariedade são discutidos no palco com a intensidade e a verdade de quem sabe do que fala. Com a linguagem teatral, a importante reflexão sobre a realidade ganha voz, gestos, emoção no corpo de jovens atores que, por sua vez, contagiam o público com essa iniciativa sempre digna de aplausos. Queda para o Alto. Drama. Direção Miguel Costa. Duração: 90 minutos. Sábado, às 21 horas. Grátis (retirar convites com 1h30 de antecedência). Sesc Ipiranga. Rua Bom Pastor, 822, tel. 3340-2000

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.