'No Olho da Rua' traz Murilo Rosa como metalúrgico

Depois de atuar como protagonista no filme Orquestra dos Meninos, Murilo Rosa será o ator principal em outros três filmes. As gravações do primeiro deles, No Olho da Rua, terminam hoje. Murilo interpreta um metalúrgico do ABC que, depois de 20 anos trabalhando para a mesma fábrica, não vira presidente da República, mas sim, é demitido. O filme, orçado em R$1 milhão, só conseguiu captar até o momento R$ 600 mil. ?É o suficiente para terminar as gravações. Caso tudo dê certo, a previsão é lançá-lo até 2010?, diz o diretor Rogério Correa da Silva. ?Cerca de 90% dos filmes nacionais são de baixo orçamento. O brasileiro tem de fazer bons filmes com pouco dinheiro. Essa a nossa realidade?, diz Murilo, justificando porque está em uma produção de baixo orçamento. ?Um dos meus objetivos para este ano é mesmo o cinema.? Ao assinar sua demissão, Otoniel Badaró, personagem de Murilo Rosa, corta o braço e assina o documento com o próprio sangue. ?É a forma que ele encontra de mostrar para a empresa que deu o sangue por aquilo ali?, explica o diretor. Sem perspectivas de conseguir um novo emprego, o metalúrgico começa a fazer bicos até se envolver com um roubo de carro. ?É um filme que fala sobre o desemprego. Mais atual, impossível. Há outros temas ali, como as perdas. Perda do emprego, da família, da dignidade...? diz Murilo. Apesar de falar sobre metalúrgicos, Rogério lembra que o longa não tem nada a ver com o presidente Lula. ?Na época em que eu escrevi o filme, o Fernando Henrique tinha acabado de ser eleito. Era outra realidade.? As informações são do Jornal da Tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.