No Masp, o estilo de vida japonês a partir de seus produtos

O Museu de Arte Assis Chateaubriand (Masp) inaugura nesta segunda-feira para convidados e na terça para o público a exposição Design do Japão Hoje 100 - Um Estilo de Vida Contemporâneo, que reúne, como sinaliza o título, aproximadamente cem produtos criados por designers japoneses. Feita em parceria com a Fundação Japão, a mostra apresenta de maneira diversificada uma história recente da produção de design japonês, dando destaque para obras realizadas a partir da década de 1990.Os produtos foram selecionados por uma comissão formada por Hiroshi Kashiwagi, da Universidade de Arte Musashino; pelo designer Makoto Koizumi; por Nobuko Shimuta, do Centro de Design Nippon; e por Masafumi Fukagawa, do Museu da Cidade de Kawasaki. "Diferentemente da arquitetura, produtos e equipamentos usados no dia-a-dia podem ser reunidos em um único lugar para se fazer uma mostra", afirma Kashiwagi, e, dessa maneira, apresentar um panorama tanto do estilo de vida de um outro país - assim como a entrada e influência em outros países - e sua cultura.Produtos maiores, como um interior de casa, carros e motocicletas são apresentados por meio de maquetes, mas há exemplares de diversos produtos como utensílios domésticos, móveis, brinquedos (muitos de criação simples, outros, eletrônicos), equipamentos (muitos deles, máquinas fotográficas das marcas Nikon e Canon e outros aparatos), embalagens, luminárias e vestimenta - até mesmo estará exposto o já recorrente frasco para shoyu. O tema principal da mostra é apresentar a produção contemporânea, mas há 13 exemplares de criações desenhadas na década de 1950. ´No período pós-Guerra, o design japonês de produtos do cotidiano foi fortemente influenciado pelos Estados Unidos, o que revela uma situação cultural mundial´, ainda afirma Kashiwagi. Design do Japão Hoje 100 - Um Estilo de Vida Contemporâneo. Masp. Av. Paulista, 1.578, 3251-5644. 3.ª a dom., 11 h às 18 h. R$ 15 (3.ª grátis). Até 14/1

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.