"No Limite": Globo dá duro para garantir audiência

A Globo não sabe mais o que fazer para aumentar a audiência de No Limite 2. Além de o último episódio do programa ser exibido ao vivo, amanhã, depois do Fantástico, com inserções do apresentador Zeca Camargo e dos 12 participantes da gincana, a emissora abrirá as portas do estúdio, no Projac, para repórteres e fotógrafos registrarem tudo. É algo que só acontece em raras ocasiões. E mais: depois de duas entrevistas coletivas, com meia hora de duração cada uma - com os semifinalistas e com o ganhador -, os jornalistas estão convidados a participar da festa de comemoração dos Araras Vermelhas e Lobos-guarás com seus familiares.Só nesta semana houve duas reuniões de cúpula para discutir a viabilidade de o programa entrar no ar ao vivo, mostrando as imagens gravadas na Chapada dos Ventos, no Mato Grosso. Além disso, na terça-feira passada, foi realizada uma coletiva reunindo o apresentador, o diretor Fernando Gueiros e os integrantes do júri, os eliminados Rosa, Sônia, Sávio e Eliane, para contarem detalhes da final. A necessidade de criar notícias em cima da atração, que patinou durante todo o tempo na faixa dos 30 pontos no Ibope, levou a emissora a apresentar à imprensa uma nova dinâmica para a decisão do No Limite: nem os dois competidores que disputaram os R$ 300 mil e o Palio Adventure, na Chapada dos Ventos, sabem quem vai levar os prêmios.Imunidade - "Segundo Zeca Camargo e o diretor Fernando Gueiros - os únicos que conhecem o resultado final -, nenhum dos dois finalistas sabe quem é o vencedor graças a uma artimanha criada para esta fase final. Houve uma grande preocupação em inovar no formato da atração, desde a fase de pré-produção do programa, com o intuito de resguardar o resultado", explicou a Globo, em nota oficial. O que vai ocorrer no estúdio, amanhã à noite, são os oito primeiros eliminados da atração subindo ao palco para assistirem juntos ao programa. Depois os finalistas Cristina, Danilo, Dáda e Léo aparecem competindo no vídeo. O vencedor da primeira prova conquista a mandala e a imunidade. Quando chegam ao Portal do Tempo, os quatro têm de eliminar um competidor (menos aquele que ganhou a imunidade).Sobram três concorrentes e aí quem decide são os jurados, que cortam mais um, deixando apenas dois se confrontarem. "Não escolhi baseada nas amizades ou inimizades. Escolhi a pessoa que eu acreditava ter competido da melhor forma possível, desde o começo", garantiu Eliane, na coletiva, revoltada com o fato de ter ficado com uma imagem negativa diante do público. "A edição dos episódios fez com que eu fosse vista como a vilã. Só aparecia o que eu falava de ruim, nunca as coisas boas", reclamou a curitibana, que perdeu sete quilos durante as gravações - já recuperados e acrescidos de mais cinco quilos. Sávio, que emagreceu sete quilos e agora está com 11 a mais, contou que também procurou ser imparcial: "Não julguei pelo lado pessoal. Dei meu voto a quem eu achava que merecia". A "mãezona" Rosa afirmou que não pensou com o coração: "Votei pensando na competição. O lado afetivo, emocional, ficou para trás. A razão deve prevalecer nessas horas".No estúdio, os novos eliminados se juntarão ao grupo que está no palco, à medida que forem sendo descartados no vídeo. Finalmente, os dois finalistas serão chamados para saber quem é o vencedor. "A prova final determinou o vencedor. Posso adiantar que ela não foi mudada em função das características dos dois finalistas. Já saímos daqui com ela decidida", disse Fernando Gueiros, que tem as fitas gravadas trancadas em um cofre. Segundo o apresentador Zeca Camargo, o muro que os competidores ergueram foi "importantíssimo" e fez parte da prova final. "Quem construiu o maior muro será reconhecido de alguma maneira".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.