No circuito alternativo, boas vozes

A Hebraica apresentou na manhã de domingo uma versão compacta da ópera Lucia di Lammermoor, de Donizetti. Com direção de Mauro Wrona, foram apresentados os principais trechos do drama, baseado no romance The Bride of Lammermoor, de Walter Scott. Nos papeis principais, duas boas surpresas: a soprano Caroline De comi, com coloratura farta e expressiva, como Lucia; e o tenor Giovanni Tristacci como um Edgardo de timbre muito bonito, em especial nas regiões mais graves da voz, de colorido mais escuro, e boa atuação em cena.

João Luiz Sampaio, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.