Jose Patricio/Estadão
Jose Patricio/Estadão

No centro de SP, público da Virada Cultural ainda é pequeno na manhã deste domingo

Tempo nublado e garoa prejudicaram o evento; no palco Cabaré Queer, Lineker, Cida Moreira e Simone Mazzer homenagearam Belchior

João Paulo Carvalho, O Estado de S.Paulo

21 Maio 2017 | 13h23

A movimentação pelos palcos da Virada Cultural na manhã deste domingo, 21, ainda é discreta no centro de São Paulo. O tempo nublado e a garoa fina prejudicou bastante o evento e, a exemplo do que aconteceu no sábado, 20, houve baixa adesão do público.

No palco Cabaré Queer, na Ipiranga, Lineker, Cida Moreira e Simone Mazzer fizeram uma apresentação enérgica e de muita potência vocal. Uma versão de Back to Black, de Amy Winehouse, e um cover da intensa Não Recomendado, de Caio Prado, foram os principais destaques da performance do trio. O momento mais emocionante, no entanto, ficou por conta da homenagem do trio a Belchior. Na Hora do Almoço foi cantada em coro pelo público. O Cabaré Queer contará ainda com as performances de Jaloo, Rico Dalasam e Linn da Quebrada.

No palco dedicado aos tributos, na Avenida São João, André Frateschi fez homenagem a David Bowie enquanto o talento Filipe Catto emprestou sua voz para interpretar os clássicos de Cássia Eller. As duas apresentações não estavam cheias.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.