Antonio Lacerda/EFE
Antonio Lacerda/EFE

Niemeyer apresenta quatro projetos inéditos

O arquiteto Oscar Niemeyer participou nesta terça-feira do lançamento de um novo número da revista "Nosso Caminho", na qual mostra quatro projetos inéditos de sua autoria.

EFE

01 de setembro de 2010 | 14h33

 

Em uma de suas poucas aparições públicas, Niemeyer, de 102 anos e recuperado dos problemas de saúde que o afligiram nos últimos meses, recebeu convidados especiais esta noite em seu escritório em Copacabana (zona sul do Rio de Janeiro) para o lançamento do número 7 da revista.

 

Na publicação, que dirige junto com sua esposa, Vera Lucia, o arquiteto apresenta suas mais recentes obras, espaços de trabalho, estudos e espaços de uso coletivo com suas inconfundíveis curvas de concreto armado. Uma delas é a Universidade de Música e Artes Cênicas Dr. Daisaku Ikeda, projetado para a cidade de Araraquara (SP). "Quando desenhei os primeiros croquis desta escola de música, não pensava só na escola, mas na enorme fascinação que a música exerce sobre todo o mundo através dos séculos", escreveu Niemeyer no texto de apresentação do projeto.

 

A revista inclui outras três obras nascidas dos traços do arquiteto, que no dia 15 de dezembro completará 103 anos. São elas o Memorial Ulysses Guimarães, desenhado para a cidade de Rio Claro (SP), região de origem do político; a Câmara Municipal de Poços de Caldas (MG) e o Tribunal de Contas de Roraima, em Boa Vista.

 

A publicação destaca também o Memorial Grande Sertão, projetado para o norte de Minas Gerais pela equipe de Niemeyer, liderada por Jair Valera, um dos colaboradores mais próximos do arquiteto.

 

"O Memorial Grande Sertão reunirá todas as manifestações da arte dessa região", disse Valera à agência Efe sobre o projeto, que inclui teatro, planetário, sala de estudos, pista de dança e uma escadaria, tudo ao redor de uma praça com capacidade para 30 mil pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Oscar Niemeyerarquitetura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.