Nielsen propõe conta de R$ 54 milhões/ano para medir audiência

O cronista José Simão assinou contrato com a RedeTV! na tarde de quinta-feira. Passa a desfilar seus bem-humorados comentários no RedeTV!News.

O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2011 | 03h08

A contratação de Simão pela RedeTV! gerou certo ciúme na Band, onde ele reina absoluto nos diálogos com Ricardo Boechat via Band News FM.

Paloma Duarte, Fernando Pavão, Petrônio Gontijo, Bete Coelho, Raul Gazolla, Francisca Queiroz, Dado Dolabella e Miriam Freeland são nomes certos no elenco de Máscaras, novela de Lauro César Muniz que já está em fase de pré-produção na Record.

Quer aprender a escrever um bom script? Roteirista de Cidade de Deus e de Tropa de Elite, entre outros méritos, Bráulio Mantovani fala de suas predileções literárias no Entrelinhas que a TV Cultura exibe amanhã, às 2h130.

Sai Glee e entra uma outra série musical na Globo, a partir do dia 17 de dezembro. Victorious, produzido pela Nickelodeon, gira em torno de uma garota de 16 anos, Tori, que vai descobrir seus talentos no Hollywood Arts.

Fernanda Torres/Fátima resolve fazer uma tatuagem, e Vladimir Brichta/Armane vai junto. Acontece que o tatuador treme e não enxerga bem. Em vez de tatuar "Forever Young", ele crava lá, ao modo Mussum: "Forevis Young". É terça, em Tapas & Beijos.

Quatro redes de TV - SBT, Record, Bandeirantes e RedeTV! - estavam representadas na reunião em que executivos do instituto Nielsen apresentaram seus planos para entrar no mercado brasileiro de pesquisa de audiência de TV, onde o Ibope reina sozinho. A Globo não compareceu. Mandou informar que está satisfeita com os serviços prestados pelo Ibope. Em linhas gerais, a Nielsen prometeu atender às necessidades do mercado local no que diz respeito à medição de audiência minuto a minuto, serviço não muito comum para o instituto em outros países.

Os planos para mensurar a audiência qualitativa impressionaram os presentes, mas a conta prevista para o investimento inicial também foi apresentada: R$ 54 milhões por ano, montante que seria rateado entre os clientes - emissoras e mercado publicitário. O contrato proposto prevê sete anos de serviço, até para que o negócio não naufrague no meio do caminho, com a desistência de alguém.

Em 2004, Silvio Santos bancou sozinho a criação de um concorrente para o Ibope, o Datanexus, que, sem apoio do mercado, não durou um ano.

No pacote proposto, a Nielsen promete medir audiência em 14 praças, a começar por São Paulo, já em agosto de 2012 - o Ibope mede hoje 10 praças. Para cumprir o prazo, o instituto pediu aos executivos locais que lhes deem uma resposta até 15 de dezembro. O funcionamento de um novo instituto de pesquisa de audiência aqui, no entanto, depende exclusivamente das agências publicitárias. Se essas não aderirem ao pagamento de um novo serviço além do Ibope, não há sentido em aferir outros números.

Forevis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.