Neto de Oscar Wilde faz álbum do avô

Escritor ferino e polêmico, Oscar Wilde foi um dos homens mais odiados e festejados de seu tempo. Dono de grande sensibilidade, Wilde percebeu o poder da imagem e o usou em sua campanha de autopromoção: "Eu despertei a imaginação do meu século, isto criou o mito e a lenda em torno de mim", confessou em De Profundis, a longa carta para Bosie escrita na prisão. Precursor de um novo conceito de modernidade, Wilde mudou o modo de pensar do século 19. Em O Álbum de Wilde, Merlin Holland - único neto de Oscar Wilde - nos mostra várias facetas desse genial escritor. Holland é jornalista. Nos últimos 20 anos ele tem pesquisado a vida do avô, além de ministrar palestras e participar de programas de tevê. O livro acompanha a vida de Wilde, desde a infância até sua morte na pobreza, em 1900. Retratos, cartas e caricaturas do mais brilhante dândi que a Inglaterra já produziu fazem de O Álbum de Wilde um livro imperdível para quem quer entender a fina ironia do escritor. São fotos de seus tempos em Oxford, quando foi flagrado com seus contemporâneos trajando ternos que eram a última moda. Ou da turnê de conferências pelos Estados Unidos, em 1882, quando mal pôs os pés na América e contratou Napoleon Sarony, o melhor retratista de Nova York, para fotografá-lo com um casaco de pele e um terno de veludo, que se tornaram marca registrada da imagem de Wilde. Recheado com observações de Merlin Holland, O Álbum de Wilde publica muitas imagens do arquivo da família Wilde, mostrando Oscar, seus parentes e amigos em raros instantâneos. Longe de ser mais uma colagem de fatos da vida de Wilde, o livro esquadrinha as relações entre Oscar e sua mãe, sua mulher, seus filhos e Alfred Douglas, assim como aprofunda a influência da herança irlandesa de Wilde. O Álbum de Wilde - (The Wilde Album), de Merlin Holland. Editora Record. Tradução de Marcello Rollemberg. Preço: R$ 40,00

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2001 | 01h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.