Neruda no Sesc. O poeta em peça, mostra e recital

As comemorações do centenário de nascimento do poeta chileno Pablo Neruda, que é celebrado no dia 12, já começa a ser tema de eventos em São Paulo. Neruda, que visitou o Brasil algumas vezes e foi lembrado recentemente como figura chave do filme O Carteiro e o Poeta, de 1994, com Massimo Troisi e Philippe Noiret, dirigido por Michael Radford e baseado no livro do ecritor Antonio Skármeta, foi uma das maiores vozes da literatura de seu país.O Sesc Ipiranga (R. Bom Pastor, 822. Tel. 3340-2000) realiza, a partir de hoje, evento especial em homenagem ao centenário de nascimento de Pablo Neruda (1904-1973), que faz parte da programação da Mostra Artística do Fórum Cultural Mundial. Hoje, às 21h, ocorrerá o espetáculo Faça Poesia - Lute pela Paz, que percorre a trajetória poética do chileno. Amanhã, às 20h, haverá a abertura da mostra Pablo Neruda: Navegação e Regresso (3ª a 6, das 9h às 22h; sáb. e dom., das 9h às 20h), seguida da apresentação do recital Memórias, Poemas e Canções, com os ator Cacá Carvalho, a atriz Leona Cavalli e o cantor e violonista Renato Braz. A mostra apresentará textos literários e memorialísticos e fotografias do acervo pessoal do artista, cedidas especialmente pela Fundação Pablo Neruda. O espaço cenográfico vai recriar a ´geografia poética´ de Neruda, lembrando sua Ilha Negra. Cercada simbolicamente pelo mar, a ´pátria´ apontará para outros territórios de valores inestimáveis do poeta: o amor, a amizade, as viagens, a natureza, a prontidão política e a celebração da comunhão entre os homens. Para todas as atividades a entrada é grátis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.