Nélida Piñon vence prêmio Menéndez Pelayo

A escritora Nélida Piñon é a vencedora do 17.º Prêmio Internacional Menéndez Pelayo, atribuído pela universidade espanhola de mesmo nome, conforme anúncio feito hoje.Autora de Madeira Feita Cruz e Tempo das Frutas, a brasileira é a primeira mulher a receber o prêmio, no valor de 48 mil euros (cerca de R$ 160 mil), e a medalha de honra da Universidade Internacional Menéndez Pelayo.Entre os vencedores do prêmio em anos passados estão o peruano Mario Vargas Llosa, o argentino Ernesto Sábato e o mexicano Octavio Paz, o primeiro ganhador, em 1987.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.