Nélida Piñon ganha prêmio de US$ 30 mil

A escritora brasileira Nélida Piñon ganhou hoje o prêmio ibero-americano de ficção "Jorge Isaacs", equivalente a US$ 30 mil, que será entregue na cidade colombiana de Cali, em setembro, informaram os jurados.O prêmio outorgado pelo Festival Internacional de Arte de Cali será entregue à escritora brasileira na 10.ª edição do evento bienal que acontecerá do dia 12 a 23 de setembro. O júri foi composto pelo ex-presidente colombiano Belisario Betancur que governou o país de 1982 a 86, o acadêmico e diretor do Instituto Caro y Cuervo Ignacio Chávez, pela diretora da fundação ProartesAmparo Sinisterra de Carvajal, e pelos escritores Rafael HumbertoMoreno Durán, Juan Gustavo Cobo Borda e William Ospina.Nélida Piñón, autora de A República dos Sonhos, estudou filosofia na UFRJ e especializou-se nas Universidades de Columbia e Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em 1998 recibeu o título de doutora honoris causa da Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha.O primeiro escritor a ganhar o prêmio de ficção "Jorge Isaacs" foi o espanhol Juan Goytisolo e dois anos depois, o premiado foi o escritor peruano Mario Vargas Llosa. A premiação leva o nome do escritor colombiano autor de Maria, considerado um dos romances mais importantes da América no século 20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.