Naomi Campbell recebe novas denúncias por agressão

A modelo britânica Naomi Campbell foi denunciada novamente por agredir outra de suas empregadas, poucas semanas depois de ter recebido acusações similares em uma corte de Nova York. Segundo informou hoje o tablóide The Sun, Gaby Gibson, de 49 anos, afirmou que a modelo inglesa a atacou em janeiro com um telefone celular na cabeça porque não encontrava uma roupa específica. Gaby, de origem romena, disse que Naomi a submeteu a três meses de tormentos e abusos. Gaby começou a trabalhar em novembro do ano passado para Naomi, cobrando cerca de US$ 20 por hora. "Tinha medo dela. Cada vez que perdia alguma coisa, seu temperamento mudava e ficava agressiva com os empregados, dizia que roubávamos suas coisas", acrescentou. Naomi foi acusada de ter agredido, há poucas semanas, Ana Scolavino, de 41 anos. Ana teve que ser hospitalizada com um machucado na cabeça e Naomi foi obrigada a comparecer à delegacia. A modelo britânica tem uma reputação de comportamento agressivo. Em 2003, uma ex-assistente a denunciou, alegando que tinha sigo agredida com um telefone, em um hotel de Beverly Hills. Naomi, declaradamente apaixonada pelo Brasil, esteve no auge do sucesso na década de 1990, ao lado de celebridades da moda como Linda Evangelista, Christy Turlington e Claudia Schiffer. Atualmente realiza algumas aparições pontuais em desfiles de moda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.